Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo anuncia retomada das obras BRT Norte-Sul de Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
Governo anuncia retomada das obras BRT Norte-Sul de Goiânia


O governo federal autorizou a retomada da construção do Trecho 2 do corredor exclusivo de ônibus BRT Norte-Sul de Goiânia. O anúncio do reinício das obras foi feito hoje (15) pelo presidente Michel Temer, acompanhado pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, e pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, em cerimônia fechada no Palácio do Planalto.

Serão investidos no eixo Norte-Sul mais de R$ 192 milhões – R$ 140 milhões oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 52,6 de contrapartida da prefeitura. Considerando os trechos que ainda não foram licitados, o valor total investido chega a cerca de R$ 270 milhões.

Em discurso, Temer sinalizou, sem dar detalhes, que deve deferir “logo em seguida” o início das obras para o trecho do BRT Leste-Oeste. “O que mais o pai, a mãe de família quer é um deslocamento ágil. Isso está muito ligado à ideia constitucional da dignidade da pessoa humana. (…), disse o presidente.

Quando surgiram movimentos pela mobilidade urbana em 2013, 2014, foi porque as pessoas conseguiram adquirir seu carro, mas, ao adquirir o carro, entram no trânsito e levam de duas a três horas para chegar ao trabalho e, de igual maneira, para voltar para casa, ou seja, algo indigno. E o BRT, de alguma maneira, traz uma ideia dessa dignidade de locomoção”, acrescentou Temer.

O BRT Norte-Sul de Goiânia terá extensão de 17 quilômetros, do Terminal Isidória até o Terminal Recanto do Bosque. Segundo o governo, este é o maior projeto de mobilidade urbana da capital goiana, que deve atender a 148 bairros dos municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia. A expectativa é que 120 mil pessoas sejam beneficiadas por dia.

O Ministério das Cidades informou que as obras estão paralisadas desde dezembro de 2016, devido a correções orçamentárias que foram feitas junto à empresa responsável pelo empreendimento, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Seguindo indicação de órgãos de controle, a empresa teve que devolver recursos com a obra em andamento.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, o vice-governador de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, parlamentares do estado e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, também participaram da cerimônia.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Saúde libera recursos para atender moradores da região de Brumadinho
Justiça determina prisão preventiva de acusado de espancar paisagista
Irmão de mulher espancada diz que ainda está chocado com a violência
Flamengo pede mais prazo para decidir sobre indenização de vítimas
Profissionais que atuaram em Brumadinho serão monitorados
Auditores descobrem 158 Kg de cocaína na fronteira com a Bolívia
Governo determina medidas de precaução para barragens em todo o país
Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212