Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo anuncia retomada das obras BRT Norte-Sul de Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
Governo anuncia retomada das obras BRT Norte-Sul de Goiânia


O governo federal autorizou a retomada da construção do Trecho 2 do corredor exclusivo de ônibus BRT Norte-Sul de Goiânia. O anúncio do reinício das obras foi feito hoje (15) pelo presidente Michel Temer, acompanhado pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, e pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, em cerimônia fechada no Palácio do Planalto.

Serão investidos no eixo Norte-Sul mais de R$ 192 milhões – R$ 140 milhões oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 52,6 de contrapartida da prefeitura. Considerando os trechos que ainda não foram licitados, o valor total investido chega a cerca de R$ 270 milhões.

Em discurso, Temer sinalizou, sem dar detalhes, que deve deferir “logo em seguida” o início das obras para o trecho do BRT Leste-Oeste. “O que mais o pai, a mãe de família quer é um deslocamento ágil. Isso está muito ligado à ideia constitucional da dignidade da pessoa humana. (…), disse o presidente.

Quando surgiram movimentos pela mobilidade urbana em 2013, 2014, foi porque as pessoas conseguiram adquirir seu carro, mas, ao adquirir o carro, entram no trânsito e levam de duas a três horas para chegar ao trabalho e, de igual maneira, para voltar para casa, ou seja, algo indigno. E o BRT, de alguma maneira, traz uma ideia dessa dignidade de locomoção”, acrescentou Temer.

O BRT Norte-Sul de Goiânia terá extensão de 17 quilômetros, do Terminal Isidória até o Terminal Recanto do Bosque. Segundo o governo, este é o maior projeto de mobilidade urbana da capital goiana, que deve atender a 148 bairros dos municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia. A expectativa é que 120 mil pessoas sejam beneficiadas por dia.

O Ministério das Cidades informou que as obras estão paralisadas desde dezembro de 2016, devido a correções orçamentárias que foram feitas junto à empresa responsável pelo empreendimento, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Seguindo indicação de órgãos de controle, a empresa teve que devolver recursos com a obra em andamento.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, o vice-governador de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, parlamentares do estado e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, também participaram da cerimônia.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212