Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Chefe da diplomacia norte-coreana se reúne com premiê sueco - Jornal Brasil em Folhas
Chefe da diplomacia norte-coreana se reúne com premiê sueco


O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, reuniu-se nesta sexta-feira (16) com membros do governo da Suécia, país que representa os interesses americanos no país asiático, em um contexto de distensão entre os ocidentais e Pyongyang.

O chefe da diplomacia norte-coreana chegou na noite de quinta-feira a Estocolmo, uma semana depois de o presidente americano, Donald Trump, aceitar participar de uma hipotética cúpula histórica com o dirigente da Coreia do Norte, Kim Jong Un.

O ministro norte-coreano viajou para a Suécia, acompanhado do vice-diretor da seção para a América do Norte de seu ministério, Choe Kang Il.

Após uma jantar com sua contraparte sueca, Margot Wallström, na quinta-feira, Ri se reuniu com o primeiro-ministro, Stefan Löfven, na manhã desta sexta-feira, e de novo com Wallström durante algumas horas em uma residência no bairro das embaixadas em Estocolmo.

Depois desse encontro, a ministra sueca comemorou a atmosfera construtiva durante as negociações com Ri, declarou à imprensa.

O diálogo é necessário (...) mas não somos tão ingênuos a ponto de pensar que podemos resolver todos os problemas do planeta. Serão as partes envolvidas que deverão decidir o caminho a seguir, disse Wallström pouco antes, à margem de uma reunião no Parlamento sueco.

As autoridades suecas anunciaram que as conversações com os representantes norte-coreanos, que deviam terminar na noite desta sexta-feira, continuariam no sábado.

Segundo o governo sueco, Ri e seus interlocutores tinham previsto falar sobre a desnuclearização da península coreana e da possível cúpula entre Trump e Kim Jong Un.

A visita do ministro norte-coreano também busca contribuir para a aplicação efetiva das resoluções votadas pelo Conselho de Segurança contra Pyongyang sobre seu programa nuclear, mas também as que destacam a necessidade de intensificar os esforços para encontrar uma solução pacífica para o conflito, segundo Estocolmo.

A Coreia do Norte terá um futuro mais brilhante se seguir o caminho certo da desnuclearização, sugeriram nesta sexta, durante conversa por telefone, os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

Trump reiterou sua intenção de se encontrar com o dirigente norte-coreano, Kim Jong Un antes do fim de maio, informou a Casa Branca em nota oficial.

- Papel de mediador -

A Suécia, membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas eleito para o período 2017-2018, dirige esta mediação na qualidade de potência protetora dos Estados Unidos, Canadá e Austrália, cujos interesses representa em Pyongyang.

Após meses de tensões e ameaças de guerra em torno do programa nuclear de Pyongyang, uma cúpula entre Donald Trump e Kim Jong Un pode ser celebrada antes do fim de maio, anunciou na semana passada um alto funcionário sul-coreano.

Trump confirmou o plano da cúpula, mas a Coreia do Norte ainda não o fez, e muitos especialistas se mostram prudentes com relação às possibilidades de êxito de um encontro entre os dois líderes.

Diante dessa perspectiva, a Suécia tem um papel a desempenhar se as duas partes o desejarem, declarou nesta quinta-feira o premiê Löfven.

No ano passado, Trump já tinha agradecido ao governo sueco por seus esforços para conseguir a libertação do estudante americano Otto Warmbier, detido em 2016 em Pyongyang e morto pouco depois de sua liberação e retorno aos Estados Unidos.

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212