Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Iraquiano que botou uma bomba no metrô de Londres é considerado culpado - Jornal Brasil em Folhas
Iraquiano que botou uma bomba no metrô de Londres é considerado culpado


Um jovem iraquiano solicitante de asilo foi declarado culpado nesta sexta-feira de tentativa de assassinato pela bomba que colocou no metrô de Londres, ferindo 30 pessoas, em setembro de 2017.

Ahmed Hassan, de 18 anos, colocou uma bomba caseira que não chegou a explodir totalmente, mas cujo incêndio provocado feriu várias pessoas quando a composição estava estação londrina de Parsons Green, na hora do rush matinal.

O tribunal de Londres anunciará a pena posteriormente.

O acusado, cabisbaixo, não reagiu ao veredicto.

A bomba foi montada para causar o máximo de dano possível, mas explodiu parcialmente. Isso provocou queimaduras nos passageiros e provocou um movimento de pânico na estação, resultando em mais pessoas feridas.

O artefato foi fabricado na casa de acolhimento em que o iraquiano vivia com uma família britânica nos arredores de Londres.

Hassan foi detido no porto de Dover, principal ponto de embarque para a Europa continental, no dia seguinte ao atentado.

No julgamento, o réu afirmou que odiava o Reino Unido desde a morte de seus pais na guerra do Iraque.

Tenho que odiar o Reino Unido, afirmou a sua tutora, Katie Cable, da Universidade de Brooklands.

Yusef Habibi, um assistente social da organização Barnardo, deu uma versão levemente distinta do passado do réu, de quem cuidou em sua chegada ao país em 2015.

Seu pai era taxista. Uma manhã, ao ir trabalhar, uma bomba caiu sobre ele e ele morreu. E sua mãe morreu quando ele era bem jovem. Ele disse que não lembrava de sua mãe.

Mas, segundo ele, o acusado culpava o exército americano e britânico pela morte de seus pais.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212