Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Washington e Seul limitarão as manobras conjuntas - Jornal Brasil em Folhas
Washington e Seul limitarão as manobras conjuntas


Coreia do Sul e Estados Unidos reduzirão o alcance de suas manobras anuais conjunta, levando em consideração a aproximação diplomática com o regime norte-coreano, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Os exercícios militares conjuntos provocam um conflito com o regime de Pyongyang. A Coreia do Norte, país dotado com armamento nuclear, considera as manobras um teste para uma invasão de seu território e tem o hábito de reagir com provocações, o que aumenta ainda mais a tensão.

Mas as duas Coreias e os Estados Unidos estão em pleno processo de distensão desde os Jogos Olímpicos de Inverno, organizados na Coreia do Sul.

Seul anunciou um projeto de reunião de cúpula entre as Coreias em abril. Também está em análise uma possível reunião histórica entre Coreia do Norte e Estados Unidos até o fim de maio.

As manobras militares foram adiadas para evitar que acontecessem durante os Jogos Olímpicos de Pyeongchang.

A Yonhap citou uma fonte militar segundo a qual os exercícios, batizados como Foal Eagle, manobras que reúnem dezenas de milhares de soldados, devem começar no início de abril, com duração de um mês, ao invés de dois.

As armas estratégicas americanas, como os bombardeiros B-1B e os grupos navais de ataque, que se deslocam perto da península durante os períodos de tensão, não participarão desta vez das manobras, informou a Yonhap.

Outro exercício, denominado Key Resolve e realizado com simulações de computador, começará na próxima semana.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212