Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governador afirma que Escola Plena vem transformando a educação - Jornal Brasil em Folhas
Governador afirma que Escola Plena vem transformando a educação


Muito além das matérias obrigatórias de um centro de estudo comum, a escola plena tem como preocupação central a busca do jovem pelo autoconhecimento. Em atividade desde 2017, a escola Rafael Rueda, no Pedra 90, tem como disciplina fundamental o ‘Projeto de Vida’, que trabalha o jovem para que ele reconheça sua importância social e entenda qual sua posição dentro da comunidade em que está inserido. “Nossos adolescentes tem poucas perspectivas, não tem uma meta, nem a curto prazo, de se realizarem como alguém. Quando ele começa a conhecer novos horizontes, enxergar novas possibilidades, ele começa a ver que o céu é o limite”, explicou o professor Mauricio Maccari, responsável pelo projeto.

A escola é uma das 39 plenas do estado e uma das sete de Cuiabá. Funcionando em período integral, tem 224 alunos do ensino médio e teve sua grade curricular diversificada em 2017, resultando em uma grande queda de violência e evasão escolar. “Nós precisamos transformar a vida das pessoas através da educação. Essa escola tinha problemas sérios de violência. Em 2016 foram 53 atos infracionais registrados, ano passado não tivemos nenhum. Parabéns aos alunos, que são protagonistas do seu futuro e aos professores, que estão mudando a vida destes jovens”, declarou o governador Pedro Taques, durante visita ao centro educacional Rafael Rueda na tarde de quarta-feira (14.03).

Entre os problemas apontados, estão a depredação da escola e muros deteriorados pelos alunos. O diretor Roniclei de Lara acompanhou a mudança e contou que com a criação da escola plena os atos de vandalismo cessaram. “Hoje nossa realidade é outra, com alunos compromissados, que respeitam o patrimônio publico, estudantes interessados na qualidade da educação e preocupados com o futuro deles”. A inserção dos pais nas atividades da escola também se tornou um diferencial, explicou o diretor. “Hoje os pais estão mais presentes na escola. A academia de luta, uma atividade que funciona fora do horário de aula, é voltada não apenas para os alunos mas também para seus pais”.

Engrossando a lista de pais participativos, Ademilson da Silva tem seis filhos, cinco que estudaram no colégio e um que ainda não se formou. Morador há mais de 20 anos no Pedra 90, o comerciante, que faz parte dos Conselhos de Pais e Segurança da escola, ressaltou que a presença dos progenitores na vida educacional dos filhos é essencial. “Foi muito importante essa aproximação da família, que hoje está envolvida nas atividades escolares. Está todo mundo fazendo sua parte, os pais participando mais, os professores mais ativos e os alunos mais respeitosos. É muito importante estarmos dentro da escola”.

O secretário de Educação, Marco Marrafon, que acompanhou o govenador na visita, destacou que o projeto da Escola Plena, criado em 2016 na gestão Taques, aumentou a qualidade educacional. “Ainda que a estrutura física tenha mudado um pouco, a gente fez uma revitalização, o mais importante foi a mudança na metodologia pedagógica. A aprovação aqui no Rafael Rueda era em media 54% e em 2017 foi acima de 95%. Isso mostra que o estudante da rede pública de Mato Grosso tem hoje a sua disposição escolas que dão todo apoio para que eles alcancem seus melhores sonhos. Os profissionais estão cada vez mais empenhados e dedicados, estão juntos nesta transformação”.

Protagonistas

O aluno Vitor Gabriel Brandão de Santos, de 16 anos, aluno do 2º ano, considerou que ter sido um dos cinco escolhidos pelo programa Jovem Protagonista, um dos carros chefes da escola, mudou completamente sua vida. “Em 2015 fui diagnosticado com depressão. Era muito antissocial, não conversava com ninguém. Com o projeto encontrei meu lugar na sociedade, voltei a dialogar com as pessoas. É ótimo poder ajudar e estimular quem está passando pelo mesmo problema que eu”. O adolescente destacou que antes sentia vergonha, mas hoje se sente honrado em falar que estuda há quatro anos no Rafael Rueda. “De possivelmente a pior escola de Cuiabá passamos a ser uma das melhores. Demos a volta por cima, o mundo girou”.

A intenção da escola é futuramente abrir novas turmas, já que conta com uma lista de estudantes interessados. Um dos alunos que se matriculou este ano no colégio, Lucas Pereira Lourenço, do 1º ano, se sente privilegiado por conseguir uma vaga e considera que mesmo com disciplinas diferenciadas, a escola tem uma boa preparação para o Enem. “Eu admiro o acolhimento dos professores com os alunos. Eles procuram saber nossas dificuldades, os problemas que temos, nos ajuda, muito, nos incentiva, bastante. Não tenho preguiça de vir para aula e me sinto preparado para o futuro. Sou privilegiado por estudar aqui”.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212