Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Delegacias registram cerca de 20 bloqueios de aparelho celular por dia - Jornal Brasil em Folhas
Delegacias registram cerca de 20 bloqueios de aparelho celular por dia


Em funcionamento desde 2017 nas delegacias de Mato Grosso, o serviço de solicitação de bloqueio de aparelho celular já fez 1.773 registros junto às operadoras de telefonia até o início de março deste ano. Desde o final de fevereiro do ano passado, a Polícia Judiciária Civil (PJC) já realizava o serviço, com inserções manuais, em seis unidades policiais. Mas, a partir de julho, foi concluída a integração via Web Service ao Módulo CEMI-Segurança Pública.

Com isso, os órgãos de segurança podem realizar o registro de bloqueio/desbloqueio a partir do próprio sistema de gestão da ocorrência. Desta forma, a função permite que o servidor, após fazer o registro de roubo ou furto de celular, insira a pedido da vítima, os dados do telefone móvel, que ficará inoperante. Só em 2018, foram feitas 394 solicitações de bloqueio de celular nas delegacias do estado. Entre maio e dezembro de 2017, foram 1.039, o que corresponde a uma média de 15 a 20 pedidos de bloqueios por dia.

A inserção dos números de aparelhos roubados ou furtados possibilita rapidamente a desativação dos telefones junto à Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom). A empresa é credenciada junto à Agência Nacional de Telecomunicações para gerenciar o módulo de Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI), destinado à inutilização de aparelhos celulares subtraídos. Na prática, o chip de qualquer operadora que for inserido nesse equipamento bloqueado não vai funcionar.

Em comparação com 2016, o número de roubos de celular em Mato Grosso caiu 26% em 2017, e o número de furtos subiu 6%. Já na comparação entre os primeiros bimestres de 2018 e 2017, houve redução tanto no registro de roubos de aparelhos de telefone móveis (- 45%) quanto de furtos (-35%). O objetivo do serviço é reduzir ainda mais estes casos. Os dados são da Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal (Ceac) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Boletim presencial

A medida torna o processo mais ágil, já que o pedido de bloqueio pode ser feito no ato do registro de boletim de ocorrência (BO). Para isso, o cidadão precisa ir pessoalmente a uma delegacia com os documentos pessoais que comprovem a titularidade da linha telefônica. Como é necessária a autorização do titular da linha, a solicitação do bloqueio não pode ser feita via Delegacia Virtual.

O termo de adesão entre a PJC e a Anatel foi assinado em 2016. O CEMI é uma plataforma centralizada que objetiva impedir que aparelhos de telefonia móvel roubados, furtados ou extraviados sejam utilizados indevidamente nas redes das operadoras brasileiras.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212