Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Biblioteca Pública Estadual promove contação de histórias milenares chinesas - Jornal Brasil em Folhas
Biblioteca Pública Estadual promove contação de histórias milenares chinesas


Textos com histórias da milenar cultura chinesa serão apresentados na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais na manhã deste sábado (17/3), quando acontecerá mais uma edição do projeto Hora do Conta e da Leitura Especial.

O Setor Infantojuvenil (Biju) receberá contação de histórias do país asiático narradas pelas contadoras de história Rosilda Figueiredo e Elisângela Souza. As atividades são gratuitas e começam às 10h.

Intitulada “Papel Recortado”, a atividade também conta com demonstração sobre a técnica do papel recortado, que utiliza dobraduras feitas em uma folha, para depois recortá-las, criando imagens de objetos ou seres.

Entre os textos selecionados estão os contos “Pote Vazio”, de Demi, que trata da importância da honestidade, e “O imperador e o rouxinol”, pertencente à oralidade chinesa e que aborda a importância da liberdade. Além deles, serão apresentados os minicontos “A moça que queria comer no Leste e dormir no Oeste”, “O amor pelos dragões” e “A coruja que queria mudar de casa”, todos provenientes da cultura oral do país asiático.

“Nós vamos mostrar a cultura chinesa de forma não estereotipada. Também queremos demonstrar a tradição, crenças e valores daquele país. Os contos chineses trazem um conhecimento humano e social de uma forma muito poética”, afirma Rosilda Figueiredo.

A contadora de histórias acredita que a realização das leituras pelo público infantojuvenil desperta para um novo mundo e aguça a percepção. “Sempre que participo do projeto percebo o quanto ele é importante para a formação de novos leitores. Assim que terminamos as leituras as crianças saem à procura do livro nas prateleiras para conferir se aquilo que dissemos a elas realmente é verdade”, diz Rosilda.

Este ano, a Hora do Conto e da Leitura Especial já envolveu 112 participantes, o que também ajuda a ampliar e fidelizar o público leitor.

“Queremos fazer com que o leitor acesse cada vez mais a biblioteca. A Hora do Conto e da Leitura nos auxilia a manter essa proximidade com os novos e jovens leitores. Incentivar o contato com o livro e a leitura é a melhor maneira para fomentar uma sociedade mais crítica”, acredita a coordenadora do Setor Infanto-Juvenil, Vanessa Mendes.

Exposição

O evento deste mês é uma extensão da exposição “O monge e o leão chinês: uma exposição sobre arte marcial, música e teatro chinês”, que está em cartaz na Biju até o dia 7 de abril e aborda a relação das artes marciais da China com a música, dança e teatro.

A mostra apresenta ao público instrumentos musicais, máscaras e jogos que são utilizados nas artes marciais chinesas, inclusive kung fu, além de livros que abordam o assunto. Uma fantasia do leão utilizada na tradicional “dança do leão” e a máscara e figurino do monge que interage com o leão também fazem parte da exposição.

“A nossa intenção é criar uma simbiose com os dois eventos e apresentar para o público infantil e jovem os aspectos dessa cultura milenar que tanto tem a nos ensinar”, avalia Vanessa.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212