Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Municípios recebem orientações sobre regulação de pacientes para Caravana - Jornal Brasil em Folhas
Municípios recebem orientações sobre regulação de pacientes para Caravana


Gestores e secretários de saúde dos municípios que serão beneficiados na 13ª Caravana da Transformação, em Cuiabá, participaram nesta sexta-feira (16.03), de uma reunião geral para conhecer os critérios de regulação dos pacientes que passarão por consultas, exames e cirurgias oftalmológicas. A estrutura será montada na Arena Pantanal, sede desta edição, no período de 16 de abril a 10 de maio.

No encontro foram apresentadas informações sobre o sistema de regulação, faixa etária permitida, transporte dos pacientes, alimentação e como funciona o acompanhamento pós-operatório disponibilizado pelo Governo do Estado, 24h, 7 dias e dias 30 após a cirurgia.

Poderão utilizar estes serviços tanto a população cuiabana, como os pacientes regulados pelos municípios de Acorizal, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães, Jangada, Nova Brasilândia, Nossa Senhora do Livramento, Planalto da Serra, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Rosário Oeste, Nobres e Várzea Grande.

“Várzea Grande e Cuiabá vão nos ajudar muito, e sem estes municípios pólos, não conseguiríamos fazer esta Caravana, que sem dúvidas podemos considera - lá como a maior Caravana das 12 edições”, ressaltou o governador Pedro Taques.

A regulação será iniciada no dia 19 de março e termina no dia 12 de Abril. Para receber o encaminhamento de atendimento oftalmológico na Caravana, o paciente deve ter idade acima de 55 anos e procurar a Secretaria Municipal de Saúde para fazer a regulação. É necessário apresentar documento de identificação, comprovante de residência e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Representando os municípios, o prefeito de Jangada, Ederzio de Jesus Mendes, destacou a importância da Caravana, principalmente para os municípios com menos habitantes. “Os municípios não conseguem realizar um trabalho como este por conta própria, pois geraria custos elevados e não seria possível atender toda a população de uma só vez, como o Governo vem fazendo de forma espetacular”, afirmou o prefeito.

Balanço de atendimentos

Nas 12 edições anteriores, a Caravana registrou 69.778 consultas e 47.142 cirurgias de catarata, pterígio e yag laser. Os serviços de cidadania somam 297.826 atendimentos. Já sediaram o projeto os municípios de Barra do Bugres, Peixoto de Azevedo, Canarana, Jaciara, São José dos Quatro Marcos, Porto Alegre do Norte, Alta Floresta, Barra do Garças, Juína, Tangará da Serra, Rondonópolis, Cáceres. Em 25 dias de Caravana, a previsão é de sejam feitas em torno de 20 mil consultas e 15 mil cirurgias, com atendimento de 700 a 800 pacientes por dia.

“São vários detalhes por se tratar uma Caravana diferenciada, ter um público maior e a nossa expectativa é corresponder a todos. Em Cuiabá vamos concluir mais uma etapa atendendo a todos os municípios do vale do Rio Cuiabá”, disse o secretário de Estado do Gabinete de Governo e coordenador-geral da Caravana, José Arlindo de Oliveira.

 

Últimas Notícias

Papa envia telegrama a Campinas e pede que todos exerçam o perdão
Itamaraty minimiza declarações de Merkel sobre acordo Mercosul – UE
Relatório aponta opções para Bacia do Guandu, no estado do Rio
Pescadores reclamam que Transpetro os ignora após derramamento de óleo
Ninguém arremata iate de Eike, leilão é remarcado e lance mínimo cai
Tour virtual mostra exposições do Museu Nacional antes do incêndio
Cobrança pelo despacho de bagagem é favorável ao consumidor, diz TCU
Acervo da EBC ganha certificado do Programa Memória do Mundo da Unesco

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212