Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Itaú Cultural devolve obra de Emil Bauch que foi roubada da Biblioteca Nacional - Jornal Brasil em Folhas
Itaú Cultural devolve obra de Emil Bauch que foi roubada da Biblioteca Nacional


O Instituto Itaú Cultural assinou hoje (23) um termo de compromisso para devolver à Fundação Biblioteca Nacional oito litografias do artista Emil Bauch (1823-1874), que tinham sido furtadas do acervo da instituição em 2004. As obras, impressas na Alemanha, fazem parte da coleção Souvenirs de Pernambuco, que integravam a Coleção Brasiliana Itaú, e passaram por uma perícia realizada por especialistas para verificar a procedência.

O Itaú Cultural informou que, enquanto as obras estavam expostas em suas dependências, não tinha conhecimento do roubo das mesmas. A instituição afirmou ainda que o tomou a iniciativa de disponibilizar o material voluntariamente para perícia, ao tomar conhecimento, pela imprensa, de que poderiam se tratar de peças furtadas da Biblioteca Nacional.

“Estamos estarrecidos e ao mesmo tempo fortemente empenhados em esclarecer os fatos em conjunto com a Biblioteca Nacional”, afirmou o diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron.
O compromisso do Itaú Cultural com a Fundação Biblioteca Nacional se estende à verificação de outras obras de sua coleção. “Além das oito litografias, já na semana passada também propusemos termo de compromisso, assinado nesta sexta-feira, para que técnicos da Biblioteca Nacional possam fazer uma verificação suplementar de obras específicas de nosso acervo”, apontou Saron.

Em nota, o Ministério da Cultura defendeu a punição dos culpados pelo roubo e prometeu reforçar a segurança da Biblioteca Nacional. “Esperamos que todos os responsáveis sejam identificados, julgados e punidos. E que o caso traga à luz a necessidade de um combate mais efetivo aos crimes relacionados a obras de arte no Brasil. O MinC irá procurar o Ministério da Justiça e o Ministério da Segurança Pública para tratar do assunto”, apontou.

O Itaú Cultural acrescentou que, desde 2009, realiza um conjunto de ações para democratizar o acesso e dar visibilidade pública à sua coleção. Entre as iniciativas está a criação de um portal na internet para apresentar ao público as coleções brasilianas existentes no país, em parceria com a Biblioteca Nacional e outras instituições. “O portal foi ao ar em 2017 e as obras de Emil Bauch, que são múltiplas, com outros exemplares em circulação no Brasil e exterior, figuram entre as peças exibidas na plataforma. O Itaú Cultural reforça que segue atuando em estreita colaboração com a Biblioteca Nacional”, completou em nota.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212