Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Relator da MP do Microcrédito diz que veto a teto de juros não prejudicará financiamentos - Jornal Brasil em Folhas
Relator da MP do Microcrédito diz que veto a teto de juros não prejudicará financiamentos


O relator da medida provisória que deu origem à Lei do Microcrédito Produtivo Orientado (Lei 13.636/18), deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), minimizou o veto da Presidência da República ao teto de juros de 2% ao mês nos empréstimos com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Segundo o deputado, o mercado deve regular esse percentual.

A Presidência da República alegou justamente a necessidade de o mercado ajustar as taxas tanto para cima quanto para baixo quando necessário, sob pena de reduzir a oferta do crédito.

A limitação da taxa de juros foi incluída na MP 802/17 durante a votação da medida no Plenário da Câmara, por meio de emenda do deputado André Figueiredo (PDT-CE). A emenda também impedia a cobrança de qualquer outro encargo além dos juros, com exceção da Taxa de Abertura de Crédito de 3% sobre o valor do empréstimo. Esse ponto também foi vetado.

Microcrédito
Sancionada nesta semana, a Lei do Microcrédito Produtivo Orientado facilita empréstimos para microempresários e autônomos que recebem até R$ 200 mil por ano. Antes da lei, o empréstimo poderia ser concedido apenas a quem tivesse receita bruta anual de até R$ 120 mil.

Otavio Leite ressaltou a importância do programa. Esse microcrédito produtivo orientado atinge uma espécie de base da pirâmide social. São microempreendedores, são pessoas que já se formalizaram como MEI [Microempreendedor Individual]; mas são pessoas que estão atrás de algum capital para desenvolver um negócio, uma ideia, alguma atividade ou prestar algum serviço”, afirmou.

“Nós estamos falando de um financiamento que vai até R$ 15 mil e eu acho que vai aumentar para R$ 20 mil pelo Banco Central. Enfim, estamos em uma perspectiva de fortalecer o chamado empreendedorismo popular, disse Otavio Leite.

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Pierre Triboli



 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212