Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rede defende fim do foro privilegiado e arquivamento do projeto sobre licenciamento ambiental - Jornal Brasil em Folhas
Rede defende fim do foro privilegiado e arquivamento do projeto sobre licenciamento ambiental


O novo líder da Rede, deputado João Derly (RS), afirma que a bancada vai defender o arquivamento do projeto que estabelece a nova Lei do Licenciamento Ambiental (PL 3729/04). O deputado também destacou como prioridade a proposta que põe fim ao foro por prerrogativa de função (PEC 333/17).

No entanto, o líder tem baixas expectativas sobre a votação de Propostas de Emenda à Constituição (PECs) na Câmara dos Deputados até o fim da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro.

João Derly encerrou sua carreira como judoca em 2012, tendo sido o primeiro brasileiro a conquistar o título mundial de judô na categoria sênior, e está em seu primeiro mandato na Casa. Antes filiado ao PCdoB, o parlamentar mudou para a Rede em 2015.

A Rede vai atuar no combate à corrupção. Um dos eixos é o fim do foro privilegiado, que tem se mostrado um mecanismo que deixa impunes os crimes de colarinho branco. Vamos acompanhar e lutar bastante para votar o texto, dando uma resposta à sociedade. Há também uma proposta que acaba com o auxílio moradia no Judiciário, Executivo e Legislativo (PEC 41/17, que está no Senado). Outra pauta é sobre o projeto que atribui poderes a estados e municípios para liberar o licenciamento em estradas, retirando poderes do Ibama e de outras entidades nacionais. Nós defendemos regras claras para os licenciamentos, mas, se a gente deixar isso a cargo de municípios e estados, vai gerar uma guerra semelhante à guerra fiscal.

Qual sua expectativa em relação aos projetos que podem ser votados em 2018?
A expectativa deste ano não é das melhores: temos de aguardar o fim da intervenção federal no Rio de Janeiro para que se possa votar PEC. Após isso, queremos que seja arquivado o projeto das licenças ambientais. Defendemos que a reforma da Previdência não tem viabilidade de ser votada neste mandato. A proposta pode ser discutida nas eleições, quando os candidatos poderão apresentar outro texto e deixar para o eleitor escolher qual o candidato mais apto para fazer esse tipo de reforma.

Em relação à pauta econômica, o que pode ser aprovado?
Algumas medidas já foram aprovadas no ano passado, como a nova alíquota do BNDES, então neste ano não teremos pauta econômica para ser votada na Câmara.

Confira entrevistas com outros líderes
Reportagem – Emanuelle Brasil
Edição – Ana Chalub



 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212