Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Historiadora mostra em livro escrito para jovens a luta das mulheres pelo voto - Jornal Brasil em Folhas
Historiadora mostra em livro escrito para jovens a luta das mulheres pelo voto


O voto feminino, permitido no Brasil a partir da década de 1930, foi uma conquista das mulheres ou uma concessão do governo Getúlio Vargas? A forma como a história é contada influencia a maneira como a sociedade enxerga a luta pelos direitos das mulheres e os próprios avanços a serem alcançados. Essa é a tese defendida pela historiadora Teresa Cristina de Novaes Marques durante o lançamento, nesta quinta-feira (22), de seu livro: O Voto Feminino no Brasil, pela Edições Câmara.

A escritora é doutora pela Universidade de Brasília (UnB) e mestra pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ela dá aulas na UnB sobre o Brasil colonial e republicano.

O livro, voltado para o público juvenil, conta de forma didática o histórico da luta pelos direitos políticos das mulheres no país, a partir de momentos importantes da discussão do tema no Poder Legislativo. Por exemplo, a análise de emendas que previam o voto feminino na primeira Constituição brasileira do período republicano. Em janeiro de 1891, as emendas foram rejeitadas pela Assembleia Constituinte.

O acervo de obras da Câmara foi a principal fonte de pesquisa da autora. Segundo Teresa Cristina, ainda existem historiadores que desconsideram o trabalho feito pelas mulheres na conquista do voto.

História
“As palavras fazem muita diferença. Se a gente chama de conquista ou de concessão, na verdade, você está colocando alguém nos bastidores ou apagando a memória. Eu sou favorável a contar essa história como conquista”, afirmou a pesquisadora.

Presente ao lançamento do livro, a deputada Creuza Pereira (PSB-PE) destacou que o livro contribui para o debate sobre a participação feminina na política. Segundo a deputada, é preciso envolver as pessoas nessa discussão desde cedo.

“Na escola, a gente tem de ensinar desde cedo a participar das lutas da escola, das lutas da comunidade, assim por diante. Não é preciso que ela pense necessariamente em ser deputada, em ser vereadora. Ela deve ser plena no lugar em que ela estiver”, disse a parlamentar.

Quem se interessar em saber mais sobre a luta por esse direito pode comprar o livro O Voto Feminino no Brasil, de Teresa Cristina de Novaes Marques, pelo site livraria.camara.leg.br. Ele custa R$12, mas a versão online pode ser baixada gratuitamente, no mesmo endereço eletrônico.
Reportagem - Paula Bittar
Edição – Roberto Seabra



 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212