Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Relator de privatização da Eletrobras apresenta plano de trabalho com seis eixos de discussão - Jornal Brasil em Folhas
Relator de privatização da Eletrobras apresenta plano de trabalho com seis eixos de discussão


O relator da comissão especial que analisa o projeto que autoriza a privatização da Eletrobras (PL 9463/18), deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), deverá apresentar seu relatório entre os dias 23 e 24 de abril. A data foi divulgada nesta terça-feira (20) e integra o plano de trabalho proposto pelo parlamentar.

O roteiro de Aleluia, que ainda será debatido pelos membros do colegiado, contempla seis eixos de discussão: a posição do governo e da diretoria da estatal; a revitalização da bacia do Rio São Francisco; as pesquisas no setor elétrico; a nova estatal que vai controlar a Eletronuclear e a parte brasileira de Itaipu; o impacto tarifário e social da desestatização; e a definição da participação acionária do governo na empresa privatizada. “Meu plano de trabalho é para discutir o assunto”, ressaltou Aleluia.

O roteiro proposto pelo deputado deveria ter sido definido na reunião de hoje, mas a oposição conseguiu adiar a discussão usando recursos regimentais, como a apresentação de questões de ordem e o pedido de leitura da ata da reunião da semana passada. Somente a ata consumiu mais de uma hora de acalorados debates. Os recursos estenderam a reunião até o início à Ordem do Dia do Plenário da Câmara, inviabilizando qualquer deliberação. Pelo Regimento da Casa, as comissões não podem votar no horário reservado para a Ordem do Dia.

Além do plano de trabalho, o presidente da comissão, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), pretendia ter votado hoje diversos requerimentos para realização de audiências públicas. A comissão especial terá um novo encontro amanhã, às 14h30, no plenário 1.

Embates
A reunião foi marcada por embates entre deputados aliados ao Planalto e integrantes da bancada oposicionista. Aleluia criticou a oposição por só querer “tumultuar” a discussão. “A oposição não quer discutir, quer apenas ter ‘palavras de ordem’”, afirmou.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) rebateu a declaração, dizendo que o plano de trabalho proposto por Aleluia não privilegia a discussão sobre a privatização da Eletrobras. Na opinião da parlamentar, o roteiro deixou de fora pontos como audiências públicas nos estados e a criação de sub-relatorias para auxiliar o relator. “Ele [Aleluia] está ‘forçando’ para mostrar serviço ao governo”, comentou.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcelo Oliveira

 

Últimas Notícias

Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida
Bolsonaro reitera que decisão sobre médicos cubanos é humanitária

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212