Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Relator de privatização da Eletrobras apresenta plano de trabalho com seis eixos de discussão - Jornal Brasil em Folhas
Relator de privatização da Eletrobras apresenta plano de trabalho com seis eixos de discussão


O relator da comissão especial que analisa o projeto que autoriza a privatização da Eletrobras (PL 9463/18), deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), deverá apresentar seu relatório entre os dias 23 e 24 de abril. A data foi divulgada nesta terça-feira (20) e integra o plano de trabalho proposto pelo parlamentar.

O roteiro de Aleluia, que ainda será debatido pelos membros do colegiado, contempla seis eixos de discussão: a posição do governo e da diretoria da estatal; a revitalização da bacia do Rio São Francisco; as pesquisas no setor elétrico; a nova estatal que vai controlar a Eletronuclear e a parte brasileira de Itaipu; o impacto tarifário e social da desestatização; e a definição da participação acionária do governo na empresa privatizada. “Meu plano de trabalho é para discutir o assunto”, ressaltou Aleluia.

O roteiro proposto pelo deputado deveria ter sido definido na reunião de hoje, mas a oposição conseguiu adiar a discussão usando recursos regimentais, como a apresentação de questões de ordem e o pedido de leitura da ata da reunião da semana passada. Somente a ata consumiu mais de uma hora de acalorados debates. Os recursos estenderam a reunião até o início à Ordem do Dia do Plenário da Câmara, inviabilizando qualquer deliberação. Pelo Regimento da Casa, as comissões não podem votar no horário reservado para a Ordem do Dia.

Além do plano de trabalho, o presidente da comissão, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), pretendia ter votado hoje diversos requerimentos para realização de audiências públicas. A comissão especial terá um novo encontro amanhã, às 14h30, no plenário 1.

Embates
A reunião foi marcada por embates entre deputados aliados ao Planalto e integrantes da bancada oposicionista. Aleluia criticou a oposição por só querer “tumultuar” a discussão. “A oposição não quer discutir, quer apenas ter ‘palavras de ordem’”, afirmou.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) rebateu a declaração, dizendo que o plano de trabalho proposto por Aleluia não privilegia a discussão sobre a privatização da Eletrobras. Na opinião da parlamentar, o roteiro deixou de fora pontos como audiências públicas nos estados e a criação de sub-relatorias para auxiliar o relator. “Ele [Aleluia] está ‘forçando’ para mostrar serviço ao governo”, comentou.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcelo Oliveira

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212