Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Secretaria da Mulher anuncia concurso de ilustrações sobre Lei Maria da Penha - Jornal Brasil em Folhas
Secretaria da Mulher anuncia concurso de ilustrações sobre Lei Maria da Penha


A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, em parceria com o Banco Mundial, vai promover a 5ª edição do concurso sobre a Lei Maria da Penha (11.340/06), que visa combater a violência doméstica. Neste ano serão premiadas ilustrações com o tema “O empoderamento feminino como mecanismo de superação da violência”.

O anúncio foi feito pela procuradora da Mulher da Câmara, deputada Gorete Pereira (PR-CE), em café da manhã da bancada feminina nesta quarta-feira (21). O edital de lançamento do concurso deverá ser publicado nos próximos dias, após aprovação final da Diretoria-Geral da Câmara. Mas a procuradora adiantou que o concurso deverá ter início em abril e a cerimônia de premiação deverá ser em agosto, mês de aniversário da Lei Maria da Penha.

Cartilha
No café da manhã, também foi lançada a cartilha “Como criar uma Procuradoria da Mulher nos estados e municípios”. Atualmente apenas oito estados possuem uma procuradoria da mulher em suas assembleias legislativas – Ceará, Maranhão, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, São Paulo, Espírito Santo e Amazonas.

Gorete Pereira destacou a importância do órgão: “Em conexão com o Executivo de cada estado, ele forma uma rede de proteção às mulheres e ajuda a reunir as estatísticas sobre violência principalmente”, disse.

Dados sobre violência
No evento, a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) elogiou a aprovação nesta terça-feira (20), pelo Plenário da Câmara, do Projeto de Lei 5000/16, do Senado, que cria a Política Nacional de Dados e Informações relacionadas à Violência contra as Mulheres. A finalidade da política é reunir, organizar e disponibilizar dados sobre todos os tipos de violência contra as mulheres. Devido às mudanças feitas no projeto na Câmara, o texto será enviado ao Senado para nova votação.

Segundo Benedita da Silva, hoje não existem, por exemplo, dados concretos sobre o desaparecimento de pessoas com recorte de gênero, mas são muitas as mulheres que desaparecem especialmente nas favelas. “Ocorre muito, desde casos de mulheres que vão para o exterior para trabalhar e, chegando lá, são colocadas na prostituição, até os casos de mulheres que desaparecem nessas áreas porque são assassinadas”, disse.

Durante o café da manhã, as parlamentares também lamentaram o assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco em pleno mês da mulher e destacaram a necessidade de mais mulheres no Legislativo para defenderem seus direitos.

Hoje a bancada feminina na Câmara ocupa apenas 10% das vagas, e há capitais sem nenhuma vereadora em suas câmaras municipais.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212