Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Google vai investir US$ 300 milhões em projetos para apoiar mídia tradicional - Jornal Brasil em Folhas
Google vai investir US$ 300 milhões em projetos para apoiar mídia tradicional


A Google anunciou nesta terça-feira uma série de projetos destinados a combater as notícias falsas na internet e apoiar a mídia tradicional, com um investimento de 300 milhões de dólares em três anos.

Durante uma apresentação em Nova York, o gigante tecnológico, fortemente criticado por contribuir com a difusão de notícias falsas e com o desprestígio da mídia tradicional, apresentou uma série de projetos para fortalecer a informação confiável e de qualidade e ajudar esses veículos a conseguir assinaturas pagas.

Esses projetos representam um compromisso financeiro para a indústria midiática de 300 milhões de dólares pelos próximos três anos, segundo o gerente de operações comerciais da Google, Philipp Schindler, que disse que o futuro do Google e o futuro de seus veículos parceiros estão vinculados.

Entre os projetos apoiados pela empresa de Mountain View, está a criação de um laboratório da desinformação, em associação com o instituto Shorenstein de Harvard, acompanhando a iniciativa CrossCheck testada na Europa para combater a desinformação durante as eleições francesas e britânicas.

Trata-se de tentar codificar o que aprendemos, ao combinar ferramentas técnicas e experiência editorial, com a ideia de colocar em prática durante as eleições americanas de novembro, informou Nicco Mele, diretor do Centro Shorenstein.

Enquanto Facebook está no olho do furacão por permitir que a companhia Cambridge Analytica usasse dados de milhões de usuários da rede social, Google quer se posicionar como um parceiro da mídia tradicional.

O Google - muitas vezes criticado por comprometer as receitas da imprensa ao disponibilizar conteúdo com acesso liberado na internet - apresentou vários projetos para aumentar as assinaturas pagas em sites de notícias.

O grupo reduzirá o processo de assinatura a dois cliques ou oferecerá aos sites ferramentas para otimizar sua proporção de conteúdos pagos e gratuitos, aumentando a taxa de conversão de visitantes ocasionais a assinantes.

Esses projetos são desenvolvidos em associação com aproximadamente 60 meios de comunicação, incluindo o jornal Washington Post e o Financial Times.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212