Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Itália e Espanha têm protestos após navio de ONG ser confiscado - Jornal Brasil em Folhas
Itália e Espanha têm protestos após navio de ONG ser confiscado


Centenas de pessoas protestaram neste sábado (24) na Espanha e na Itália sob o slogan Socorrer no mar não é crime contra a imobilização de um navio da ONG espanhola Proactiva Open Arms, decidida pela Justiça italiana.

Aumenta a violência contra as ONGs e a solidariedade (...), mas as ONGs operam no Mediterrâneo porque há um vazio. É vital que haja embarcações de resgate mar adentro em frente à Líbia, declarou à imprensa Riccardo Gatti, diretor da Proactiva Open Arms na Itália, durante uma manifestação em Roma.

Também houve protestos em Madri, sob a chuva em Barcelona e em outras 10 cidades espanholas.

Três diretores desta organização são alvo de uma investigação por associação ilegal para favorecer a imigração clandestina, e seu navio, o Open Arms, foi imobilizado em Pozzallo (sul da Sicília) após uma operação de resgate no mar, na qual socorristas se recusaram a entregar imigrantes aos guardas costeiros líbios.

Um juiz siciliano deve se pronunciar na próxima semana sobre a imobilização do navio.

A Marinha líbia elogiou, nesta semana, as medidas contra a ONG, que reforçam a confiança nos esforços de cooperação entre Líbia e Itália para combater a imigração clandestina e freiam comportamentos irresponsáveis das ONGs e a exploração de imigrantes.

A direita italiana também celebrou a medida.

Se salvar vidas no mar, recusando-se a confiar pessoas naufragadas aos líbios que não reconhecem a sacralidade dos direitos humanos, é um delito, então devo me render, reagiu Giusi Nicolini, ex-prefeito de Lampedusa, ilha italiana mais próxima da costa líbia.

Nenhum Estado nem ONG pode, moralmente, com conhecimento de causa, desembarcar na Líbia refugiados e imigrantes socorridos no Mediterrâneo. Todos sabemos o que acontece depois, insistiu Vincent Cochetel, representante na região do Alto Comissariado da ONU para os refugiados.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212