Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Empresas se interessam em investir em Mato Grosso - Jornal Brasil em Folhas
Empresas se interessam em investir em Mato Grosso


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) promoveu reuniões de negócios em Jaciara e Primavera do Leste. Como resultado dos esforços da atual gestão estadual para fortalecer programas que fomentam diversas cadeias produtivas, como a soja, o arroz, o algodão e o milho, incentivando, sobretudo, a questão da industrialização, Mato Grosso vem conseguindo atrair novos negócios.

O secretário da Sedec, Carlos Avalone citou a gigante FS Bioenergia que opera em Lucas do Rio Verde com etanol de milho, a negociação com um grupo do Paraguai que pretende se instalar em Sinop e a última novidade é a de que já está em estágio avançado as tratativas para a instalação de uma fábrica de etanol de milho em Jaciara e uma de sorvetes em Primavera.

Cadeia do milho

O Secretário Avalone, o seu adjunto de Empreendedorismo e Investimentos, Leopoldo Mendonça e equipe técnica da Sedec se reuniram com executivos da empresa Millenium Bioenergy e com o prefeito de Jaciara, Abduljabar Mohammad, para conversar sobre os programas de incentivos oferecidos pelo Governo e linhas de financiamento, que poderão colaborar para sacramentar a vinda do empreendimento para a cidade.

A previsão é que a empresa terá investimento de R$ 450 milhões, com previsão de gerar mais de 500 empregos diretos e 2 mil indiretos. Sua produção será de cerca de 200 milhões de litros de etanol por ano.

“Isso vai significar uma ‘revolução’ para Jaciara que já opera com etanol de cana de açúcar e que, tradicionalmente, tem vocação para este tipo de atividade. Com a doação do terreno pela Câmara Municipal de Jaciara já homologada pela Prefeitura, agora o projeto alcança novo patamar”, explicou o Secretário da Sedec que também destacou que a empresa sinalizou que pretende montar mais duas indústrias na região sul do Estado. “Estamos junto com o governador e prefeitos buscando as melhores alternativas”, revelou.

O Diretor de Operações da Millenium, Eduardo Lima, conta que a relação com Mato Grosso começou em 2014 quando fez uma consultoria para a Usina Pantanal. Com o tempo, firmou parceiras com empresas internacionais, realizando trabalhos importantes na Florida e na Austrália, por exemplo. “Focamos no fortalecimento da empresa e agora, chegou o momento de fazer este investimento em Jaciara, aonde tudo começou”, lembrou.

Segundo o executivo, a indústria usará tecnologia 100% nacional desenvolvida pela maior fornecedora de tecnologia para o setor sucroalcooleiro do Brasil, a Fermentec. “Isso vai nos permitir um produto de altíssima qualidade, sendo 100% do tipo exportação, o que vai nos permitir destinar o produto para fábricas de alimentos e não somente para ração de gado. A ideia é exportar praticamente tudo e uma parte ficará em Mato Grosso”, esclareceu.

Um ponto importante levantado pelo CEO da Millenium foi sobre a captação de mão de obra com qualidade técnica. “Ainda é um mercado recente, não tem como exigir que tenham tantos profissionais, ainda mais no interior. Pensando nisso, vamos juntos com a Fermentec realizar ações de Preparação e Qualificação de Mão de Obra especificamente para o setor de etanol de milho, e que não servirá apenas para os nossos projetos, mas, para todos que estão surgindo em Mato Grosso”, observou Lima.

Em Primavera do Leste a empresa catarinense Eskimó, tem interesse em constuir a maior fábrica de sorvetes do Centro-Oeste. Com mais de três décadas de atuação, a empresa hoje está presente em 250 pontos pelo Brasil, com lojas em Cuiabá e Primavera.

Durante reunião feita na Sedec, o prefeito de Primavera, Leonardo Bortolin e os executivos da Eskimó conheceram mais detalhes sobre o Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic) (voltado apenas para indústrias), linhas de financiamentos como FCO e demais condições para o negócio.

Como explicou o secretário Avalone, esses dois empreendimentos não chegam somente para dar emprego e gerar renda, pois, eles acabam movimentando outros segmentos que dão o suporte para as suas atividades, desde insumos, máquinas, estrutura de alojamento, alimentação. “Um negócio deste quando chega transforma toda a realidade local”, exclamou Avalone.

Segundo o titular da Sedec, a fábrica em Primavera demandará um grande volume de leite diário, bem como, precisará de bastante matéria-prima para os sorvetes e picolés que são as frutas. “É aí que iremos atuar, buscando nosso foco nas cadeias produtivas locais, pois, naquela região temos Guiratinga, Poxoréu e outras cidades que poderão ser diretamente beneficiadas com o investimento, os pequenos produtores, o comércio, acaba todo mundo envolvido e isso que é desenvolvimento sustentável”, afirmou.

A previsão é de que sejam gerados 300 empregos quando estiverem operando e com arrecadação de R$17 milhões em ICMS para o Estado. As obras devem ser concluídas em três anos.

 

Últimas Notícias

SP: viaduto que cedeu passará por elevação com macacos hidráulicos
Operação de feriado reduziu em 4% o total de acidentes graves, diz PRF
Seleção para o Mais Médicos terá limitador de vagas por município
Petrobras pode ser privatizada em parte, diz Bolsonaro
Traficante brasileiro extraditado do Paraguai é levado para o Paraná
Com proximidade do verão, Rio reforça campanha de combate à dengue
Embaixada do Brasil parabeniza Paraguai por extradição de traficante
Encontro avalia estratégias contra a corrupção e lavagem de dinheiro

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212