Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Acordo de cooperação prevê ações em áreas protegidas de MT - Jornal Brasil em Folhas
Acordo de cooperação prevê ações em áreas protegidas de MT


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a Organização Ambientalista WWF – Brasil assinaram nesta quinta-feira (22.03), Dia Mundial da Água, um Termo de Cooperação Técnica para projetos, estudos, pesquisas, capacitação voltada à conservação da biodiversidade e criação, apoio e gestão de unidade de conservação em áreas protegidas de Mato Grosso.

O documento foi assinado pelo secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby, e pelo coordenador do programa Cerrado-Pantanal da WWF-Brasil, Júlio Sampaio, durante o 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília. As instituições irão atuar considerando o plano de trabalho que incluem ações voltadas à Reserva da Biosfera - instrumento de conservação que favorece a descoberta de soluções para problemas como o desmatamento das florestas tropicais, efeito estufa, poluição atmosférica, entre outros.

A cooperação prevê ainda o trabalho para gestão efetiva das áreas protegidas públicas e privadas do Estado, apoio ao desenvolvimento florestal e da indústria madeireira, fortalecimento da educação ambiental e do sistema estadual de Recursos Hídricos e a implementação de ações de sustentabilidade ao Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal.

O termo de cooperação terá vigência de dois anos, podendo ser prorrogado na forma da lei.

Pantanal

Também durante o Fórum Mundial da Água foi assinada uma declaração entre Brasil, Paraguai e Bolívia de compromisso à conservação e ao desenvolvimento social, econômico e sustentável do Pantanal.

A declaração define o trabalho integrado entre os três países voltado para a segurança hídrica, incluindo a redução e o controle da poluição, fortalecimento da governança da água com vistas à conservação dos ecossistemas e sua conectividade. O documento destaca também a adoção de medidas que fortaleçam sistemas produtivos resilientes para mitigar os efeitos das mudanças climáticas e a ampliação do conhecimento científico para o Pantanal.

Além disso, o acordo prevê também ações voltadas para os direitos humanos, em especial do povo indígenas e população tradicional da região. O diretor-executivo do WWF-Brasil, Mauricio Voivodic, comemora o documento assinado hoje. “O Pantanal, como qualquer área natural, desconhece limites geopolíticos. Milhões de pessoas e uma biodiversidade única dependem dos serviços ecossistêmicos dessa região. Em um cenário onde 55% da região das cabeceiras do Pantanal já foi desmatado, esse tipo de iniciativa para uma gestão integrada e transfronteiriça das águas é fundamental para um futuro de paz e segurança hídrica.”

O secretário de Meio Ambiente de Mato Grosso enfatizou o trabalho para conservação de áreas úmidas e o impacto dessa ação para o equilíbrio do bioma Pantanal. “O governador Pedro Taques liderou esse projeto junto com o ministro Sarney, de resgatar a reserva da biosfera do Pantanal junto à Unesco. O meio ambiente é uno na sua paisagem e estamos buscando cada vez mais discutir políticas públicas convergentes que possuem coerência entre os Estados, respeitando a soberania de cada um, mas que possam também conciliar desenvolvimento e turismo com a preservação ambiental”.

A declaração foi assinada pelos ministros do Meio Ambiente do Brasil, Sarney Filho, e da Bolívia e Paraguai. A partir de agora, o documento orienta os diversos usos de recursos hídricos na parte brasileira do Pantanal.

“Mato Grosso tem o maior interesse porque o Pantanal não é só um grande destino turístico, uma alternativa para gerar renda e emprego, como também os serviços efetivos ambientais no fornecimento de qualidade de ar e água. Então manter o Pantanal em equilíbrio é extremamente necessário para o Mato Grosso e um diferencial muito especial para o estado”, pontuou o ministro Sarney Filho.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro elogia Mandetta e Wagner Rosário, ministros anunciados hoje
Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212