Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Acordo de cooperação prevê ações em áreas protegidas de MT - Jornal Brasil em Folhas
Acordo de cooperação prevê ações em áreas protegidas de MT


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a Organização Ambientalista WWF – Brasil assinaram nesta quinta-feira (22.03), Dia Mundial da Água, um Termo de Cooperação Técnica para projetos, estudos, pesquisas, capacitação voltada à conservação da biodiversidade e criação, apoio e gestão de unidade de conservação em áreas protegidas de Mato Grosso.

O documento foi assinado pelo secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby, e pelo coordenador do programa Cerrado-Pantanal da WWF-Brasil, Júlio Sampaio, durante o 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília. As instituições irão atuar considerando o plano de trabalho que incluem ações voltadas à Reserva da Biosfera - instrumento de conservação que favorece a descoberta de soluções para problemas como o desmatamento das florestas tropicais, efeito estufa, poluição atmosférica, entre outros.

A cooperação prevê ainda o trabalho para gestão efetiva das áreas protegidas públicas e privadas do Estado, apoio ao desenvolvimento florestal e da indústria madeireira, fortalecimento da educação ambiental e do sistema estadual de Recursos Hídricos e a implementação de ações de sustentabilidade ao Pacto em Defesa das Cabeceiras do Pantanal.

O termo de cooperação terá vigência de dois anos, podendo ser prorrogado na forma da lei.

Pantanal

Também durante o Fórum Mundial da Água foi assinada uma declaração entre Brasil, Paraguai e Bolívia de compromisso à conservação e ao desenvolvimento social, econômico e sustentável do Pantanal.

A declaração define o trabalho integrado entre os três países voltado para a segurança hídrica, incluindo a redução e o controle da poluição, fortalecimento da governança da água com vistas à conservação dos ecossistemas e sua conectividade. O documento destaca também a adoção de medidas que fortaleçam sistemas produtivos resilientes para mitigar os efeitos das mudanças climáticas e a ampliação do conhecimento científico para o Pantanal.

Além disso, o acordo prevê também ações voltadas para os direitos humanos, em especial do povo indígenas e população tradicional da região. O diretor-executivo do WWF-Brasil, Mauricio Voivodic, comemora o documento assinado hoje. “O Pantanal, como qualquer área natural, desconhece limites geopolíticos. Milhões de pessoas e uma biodiversidade única dependem dos serviços ecossistêmicos dessa região. Em um cenário onde 55% da região das cabeceiras do Pantanal já foi desmatado, esse tipo de iniciativa para uma gestão integrada e transfronteiriça das águas é fundamental para um futuro de paz e segurança hídrica.”

O secretário de Meio Ambiente de Mato Grosso enfatizou o trabalho para conservação de áreas úmidas e o impacto dessa ação para o equilíbrio do bioma Pantanal. “O governador Pedro Taques liderou esse projeto junto com o ministro Sarney, de resgatar a reserva da biosfera do Pantanal junto à Unesco. O meio ambiente é uno na sua paisagem e estamos buscando cada vez mais discutir políticas públicas convergentes que possuem coerência entre os Estados, respeitando a soberania de cada um, mas que possam também conciliar desenvolvimento e turismo com a preservação ambiental”.

A declaração foi assinada pelos ministros do Meio Ambiente do Brasil, Sarney Filho, e da Bolívia e Paraguai. A partir de agora, o documento orienta os diversos usos de recursos hídricos na parte brasileira do Pantanal.

“Mato Grosso tem o maior interesse porque o Pantanal não é só um grande destino turístico, uma alternativa para gerar renda e emprego, como também os serviços efetivos ambientais no fornecimento de qualidade de ar e água. Então manter o Pantanal em equilíbrio é extremamente necessário para o Mato Grosso e um diferencial muito especial para o estado”, pontuou o ministro Sarney Filho.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212