Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Empresa chinesa tem interesse em investir em fábrica de placas solares - Jornal Brasil em Folhas
Empresa chinesa tem interesse em investir em fábrica de placas solares


O presidente da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso, José Adolpho Vieira e o diretor de Prospecção e Projetos, João Alexandre Gebara, receberam nesta quarta-feira (21), os representantes da empresa chinesa de energia, Corona Energy Technology. A Corona tem interesse em investir na fabricação de placas de energia solar em Mato Grosso.

A vinda da empresa chinesa a Mato Grosso é resultado do fórum promovido pelo Governo do Estado no país asiático em novembro de 2017. A comitiva liderada pelo governador Pedro Taques apresentou diversos potenciais para o setor de infraestrutura e agronegócio, visando parcerias e investimentos no estado. À época, o objetivo principal do estado era alavancar em infraestrutura e logística, educação, inovação tecnológica, agroindústria, indústria têxtil, mineração, turismo e energia renovável (energia solar).

A empresa fez uma doação de placas e luminárias de energia solar para o estado e o município. “Somos capazes de realizar projetos, mas, com parcerias, a gente caminha e faz a diferença. Eu penso que as placas solares que recebemos, devem serem instaladas nas escolas da zona rural ou até mesmo nos parques”, afirmou o presidente da Desenvolve MT.

O gerente geral da empresa chinesa, Lawrence Liu, falou do planejamento em investir em uma indústria no estado. “Estamos entusiasmados em trazer para Mato Grosso uma indústria de iluminação gerada pela energia solar. Aqui tem grande potencial para a produção de energia eólica e fotovoltaica. O nosso planejamento, é exportar para todo o Centro Oeste, Bolívia e toda a América do Sul. Temos grandes interesses na região”, destacou Liu.

Ainda conforme Liu, em 2017, a Corona abriu um escritório de vendas para organizar estratégias para o mercado externo e Brasil se tornou um dos pontos de interesse devido à eficiência energética e ao mercado doméstico de energia. No ano passado, a Corona Technology instalou em São Paulo uma filial brasileira e já começa a fechar negócios, como por exemplo, em Rondônia e Pará onde conseguiu montar um sistema de irrigação solar voltada para a agricultura.

A Desenvolve MT atua no fomento à política de investimento e tem por objetivo social contribuir para a atração de empresas e modernização das estruturas produtivas, com aumento da competitividade estadual.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212