Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mandantes dos ataques contra agentes penitenciários são identificados - Jornal Brasil em Folhas
Mandantes dos ataques contra agentes penitenciários são identificados


Os mandantes dos ataques contra agentes penitenciários e à sede do sindicato da categoria, realizados entre a noite de quinta-feira (22) e a manhã de sexta-feira (23), foram identificados neste sábado (24.03). A identificação foi possível após uma ação integrada entre a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Diretoria de Inteligência, Delegacia de Repressão de Entorpecentes (DRE) e Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

Foram identificados como mandantes dois reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE). São eles: Marcos Felipe Pires de Arruda, 21 anos, preso desde maio de 2016, e Sérgio Carvalho Gomes, 38 anos, detido em junho do ano passado.

Na cela que os dois ocupavam foram encontrados 23 aparelhos de celular, carregadores de celular e duas facas artesanais. Os celulares serão submetidos à perícia para a comprovação das condutas. Confirmados os fatos, ambos responderão pelos crimes de tentativa de homicídio e organização criminosa.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, frisou que a identificação dos mandantes dos atentados é uma resposta rápida e eficiente das forças de segurança pública. “A sociedade merece uma atuação rápida do sistema. Quem tenta ir contra o sistema recebe a punição devida, que é prisão”.

O delegado-geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Vasco Spinelli, reforçou o trabalho de investigação, que deve ser realizado de forma sigilosa, para identificar os dois que deram a ordem de realizar o ataque. “Com o trabalho integrado conseguimos chegar à identificação dos autores do crime. As investigações vão prosseguir para identificar outros criminosos e assim efetuar as prisões”.

Para o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Fausto Freitas, o trabalho realizado em conjunto é fundamental. Fausto ainda disse que durante toda esta semana foram realizadas vistorias na unidade prisional. “Vamos manter a ordem e disciplina dentro das unidades”, assegurou.

Gustavo Garcia enfatizou que as Secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) trabalham diariamente para conter qualquer tipo de violência. “Nós atuamos operacionalmente com o sistema de inteligência para neutralizar qualquer tipo de ameaça à sociedade”. O secretário também explicou que o trabalho da Sesp é realizado fora das unidades prisionais, já que na parte interna a pasta responsável é a Sejudh.

O subchefe de Estado Maior, coronel Henrique Correia da Silva Santos, ressalta que ações conjuntas entre as forças de segurança pública são realizadas periodicamente, com o objetivo de retirar criminosos das ruas e inibir atos violentos contra a população. “As ações agora foram intensificadas. Inclusive, existe uma operação chamada Ordem Pública, que é integrada entre a Polícia Militar, Prefeitura, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, que visa proporcionar segurança à sociedade”.

Entenda o caso

A casa de um agente penitenciário e a sede do sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso, ambos em Cuiabá, foram alvos de ataques criminosos na noite de quinta-feira (22.03) e na manhã desta sexta-feira (23.03), respectivamente. Os dois locais foram atingidos com tiros, mas ninguém ficou ferido.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212