Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Com sorteio, seleção masculina de basquete entra no grupo da morte na Rio 2016 - Jornal Brasil em Folhas
Com sorteio, seleção masculina de basquete entra no grupo da morte na Rio 2016


A seleção brasileira masculina de basquete está no “grupo da morte” dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Em sorteio feito hoje (11), em Mies, na Suíça, o time brasileiro ficou no mesmo grupo da Espanha, atual campeã europeia; da Lituânia, vice-campeã europeia; e a Argentina, campeã olímpica em 2004 e maior rival do Brasil na América Latina.

O torneio de basquete na Olimpíada divide 12 times em dois grupos. O Brasil está no grupo B, com Argentina, Espanha, Lituânia e Nigéria. A vaga restante no grupo será preenchida por uma das seleções classificadas no Pré-Olímpico Mundial, que será disputado no início de julho. No grupo A, os Estados Unidos, atuais campeões mundiais e olímpicos, estão no mesmo grupo de Venezuela, China e Austrália. Nesse grupo ainda restam duas vagas a preencher.

“Independente da definição do quinto adversário, que virá do Pré-Olímpico Mundial, é um grupo muito forte. Agora temos que focar na nossa preparação e trabalhar para qualificar da melhor forma a nossa seleção”, disse o técnico da seleção brasileira masculina, Rubén Magnano, ao site oficial da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

As três vagas restantes serão decididas no início de julho, no torneio Pré-Olímpico Mundial. O torneio terá três sedes diferentes: Turim (Itália), Manila (Filipinas) e Belgrado (Sérvia). Em cada sede, seis times disputam uma vaga para a Olimpíada.

Dentre as seleções participantes, e que podem entrar no grupo do Brasil, estão a França, a Sérvia e Grécia, entre as europeias, além de México, Porto Rico e Canadá, das Américas.

Seleção feminina
Rio de Janeiro - O técnico da seleção brasileira de basquete feminino, Antônio Carlos Barbosa interagem com crianças e adolescentes da escolinha Basquete na Cruzada (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Temos condições de ser uma grande surpresa”, diz o técnico da seleção feminina de basquete, Antonio Carlos Barbosa

O sorteio do torneio feminino resultou em dois grupos mais equilibrados, colocando Estados Unidos e Austrália, principais forças da modalidade, em grupos diferentes. O Brasil está no grupo A, junto com Austrália e Japão. As três vagas restantes do grupo serão decididas no Pré-Olímpico mundial feminino.

“A minha preocupação é como vamos chegar e não contra quem vamos jogar. [...] Tenho convicção que vamos chegar bem, já que vamos fazer uma boa preparação. É muito claro que temos boas jogadoras no Brasil e falo isso com muita convicção. Elas acreditando no que podem fazer, temos condições de ser uma grande surpresa”, disse o técnico da seleção feminina, Antonio Carlos Barbosa, ao site da CBB.

O grupo B reúne Estados Unidos, atuais campeãs olímpicas e mundiais, Canadá, Senegal e Sérvia, campeã europeia. O torneio pré-olímpico feminino ocorrerá em Nantes (França), de 13 a 19 de junho, com 12 equipes disputando cinco vagas. Dentre as seleções que ainda brigam por vaga na Olimpíada, estão a França, vice-campeã europeia; a Espanha, vice-campeã mundial, e a China.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212