Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lançamento de telescópio espacial James Webb é adiado para 2020 - Jornal Brasil em Folhas
Lançamento de telescópio espacial James Webb é adiado para 2020


O lançamento do telescópio espacial James Webb, da Nasa, o mais poderoso da história, foi adiado novamente, para maio de 2020, informou a agência espacial americana nesta terça-feira (27).

O equipamento, aguardado com ansiedade pela comunidade científica, está atualmente passando pelas etapas finais de integração e testes que exigirão mais tempo para garantir uma missão bem-sucedida, explicou a Nasa em um comunicado.

O lançamento já havia sido adiado para 2019.

Uma vez determinada uma nova data para o lançamento, a NASA fornecerá uma estimativa dos custos, que poderão exceder os 8 bilhões de dólares originalmente previstos, indicou a agência, sem fornecer detalhes sobre o possível custo final do projeto.

O administrador interino da Nasa, Robert Lightfoot, classificou o telescópio como o projeto de maior prioridade para a Direção de Missão Científica da agência e o maior projeto internacional de ciência espacial na história dos Estados Unidos.

A perspectiva de elevar ainda mais seu alto orçamento poderá gerar mais dores de cabeça.

O projeto, um esforço conjunto com as agências espaciais europeias e canadenses, já chamou a atenção dos legisladores por seus custos crescentes, dado que seu orçamento original era de 3,5 bilhões de dólares.

Uma junta de revisão independente avaliará a missão e informará no final do ano sobre o que deve ser feito, e provavelmente quanto custará. A Nasa deve fornecer uma atualização ao Congresso.

O telescópio espacial James Webb - em homenagem ao segundo administrador da Nasa, que esteve no comando da agência entre 1961 e 1968 - será o mais poderoso telescópio já construído.

Cem vezes mais sensível do que seu antecessor - o revolucionário Hubble, lançado em 1990, será capaz de estudar a atmosfera dos exoplanetas, planetas localizados além do nosso sistema solar.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212