Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Lollapalooza recebe 45% mais reclamações do que em 2017 - Jornal Brasil em Folhas
Lollapalooza recebe 45% mais reclamações do que em 2017


SÃO PAULO - O Lollapalooza Brasil 2018 chegou ao fim levando mais de 300 mil pessoas aos três dias de festival, tornando-se uma das maiores edições do evento até hoje, segundo a revista Veja. Mesmo assim, algumas insatisfações do público foram registradas, segundo o site Reclame Aqui.

O levantamento feito pelo site aponta o registro de 58 reclamações de consumidores, somente neste mês de março, na página do Lollapalooza no Reclame Aqui. Ano passado, foram 40 reclamações no mesmo mês - um aumento de 45% das queixas contra o festival.

Na página de reclamações da Tickets For Fun, que vendeu os ingressos, foram registradas 89 queixas. Entre elas, muitas reclamações foram sobre a pulseira LollaPass não ter sido entregue no prazo.

Consumidores procuraram o Reclame Aqui para registrar que o evento estava os proibindo de entrar com água. Uma consumidora de Uberlândia (MG) alega que se sentiu forçada a comprar algo para beber a preços abusivos.

Algumas pessoas se queixaram sobre os palcos e o som, principalmente no palco Onix. Um consumidor de São Paulo diz que a estrutura de som não contemplava a todos do festival e ressalta que, por se tratar de um evento musical, o som e a estrutura teriam que ser prioridade.

O carregamento da pulseira também foi alvo de queixas. Para fazer compras dentro do festival, os consumidores tiveram que carregar a pulseira Lolla Cashless antecipadamente pelo site ou no próprio dia do evento. Mas algumas pessoas se queixaram de não conseguirem entrar no sistema. Uma consumidora de Campina Grande registrou no Reclame Aqui o problema que teve com o sistema de carregamento. “Já tentei com mais de 8 cartões de bandeiras diferentes e de pessoas diferentes, continua dando erro”, afirma a compradora.

Para ter acesso ao festival, os compradores teriam que ter a pulseira LollaPass em mão, mas houve diversas queixas de consumidores que disseram não receber o ingresso no dia previsto. “A única conclusão razoável a que se pode chegar é a de que houve grave falha na prestação de serviço que se quer foi à minha casa”, disse um consumidor de Ponta Grossa (PR).

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212