Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Passam de 120 diplomatas russos expulsos em mais de 20 países - Jornal Brasil em Folhas
Passam de 120 diplomatas russos expulsos em mais de 20 países


Ao redor do mundo, passam de 20 os países que anunciaram a expulsão de mais de 120 diplomatas russos após o envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal e sua filha, Yulia: além dos EUA, seguiram a medida 18 membros da União Europeia, Ucrânia, Canadá, Noruega, Macedônia, Albânia e Austrália.

Confira as expulsões anunciadas:

- Estados Unidos -

Nos Estados Unidos, 60 espiões russos deverão deixar o território, anunciou a Casa Branca. Se trata, segundo um alto funcionário americano, da maior expulsão de agentes de inteligência russos da história do país.

Como resultado da decisão, 48 agentes de inteligência bem conhecidos em Seattle e outros 12 diplomatas vinculados à ONU terão agora um período de sete dias para abandonar o território americano, afirmou um funcionário do governo.

O consulado russo em Seattle, na costa oeste do país, será fechado. Washington justifica a decisão a partir da proximidade do local com uma base de submarinos e com grande parte das instalações industriais da Boeing.

- União Europeia -

No total, 18 países da União Europeia anunciaram expulsões entre segunda e terça-feira, e 34 diplomatas russos deverão deixar suas funções.

As expulsões foram anunciadas quase simultaneamente nas diferentes capitais. Berlim anunciou quatro expulsões, assim como França e Polônia. Lituânia e República Checa três cada uma; Espanha, Itália, Holanda e Dinamarca, dois cada país; Suécia, Bélgica, Letônia, Romênia, Croácia, Finlândia, Estônia, Hungria e Irlanda, um cada um.

Londres havia expulsado em 20 de março 23 diplomatas russos, e Moscou respondeu expulsando 23 diplomatas britânicos.

- OTAN -

A OTAN decidiu expulsar sete diplomatas russos e negar credenciais a outros três, explicou o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg.

Com esta decisão, a missão russa diante da Aliança Atlântica se reduz de 30 para 20 membros.

Isso manda uma mensagem clara à Rússia de que há custos e consequências para sua forma de atuar, inaceitável e perigosa, acrescentou o secretário-geral da Aliança do Atlântico Norte.

- Outros países -

A Ucrânia anunciou a expulsão de 13 diplomatas em solidariedade com nossos sócios britânicos e nossos aliados transatlânticos e em coordenação com os países da UE.

Canadá decidiu expulsar 4 diplomatas. Noruega e Macedônia, um, Albânia, dois, e a Moldávia, três.

A Austrália anunciou que vai expulsar dois diplomatas.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212