Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sobe para 16 o número de mortes por causa das chuvas em São Paulo - Jornal Brasil em Folhas
Sobe para 16 o número de mortes por causa das chuvas em São Paulo


O Corpo de Bombeiros de São Paulo confirmou, no início desta tarde, a décima sexta morte causada pelas chuvas que atingem a Grande São Paulo desde a noite de quinta-feira (10). Segundo a corporação, foram registradas quatro mortes no município de Mariporã; 10 em Francisco Morato, causadas por um soterramento; e duas por afogamento: uma em Guarulhos e outra em Cajamar.

Um dos municípios mais afetados é o de Itapevi (SP), na região oeste da capital paulista. De acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Itapevi, cerca de 5 mil residências foram afetadas pelas inundações. A Defesa Civil ressaltou, no entanto, que não foram registrados casos de pessoas mortas, feridas, desabrigadas ou desaparecidas.

Na capital paulista, a chuva não causou tantos danos quanto nas cidades do entorno, embora os dois principais rios do município (Tietê e o Pinheiros) tenham transbordado, o que não ocorria desde 2005. Os extravasamentos ocorreram na altura das pontes Presidente Dutra, Limão, Barragem Móvel e Cidade Universitária.

Um canal do Rio Pinheiros transbordou na altura do Cebolão e da Ponte dos Remédios, o que provocou alagamento na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), o maior posto de abastecimento da América Latina, na zona oeste da capital. Segundo a Ceagesp, a perda de alimentos ficou em torno de 200 toneladas, principalmente de melancias. A assessoria do entreposto informou que não há riisco de falta de alimentos no varejo. A companhia informou ainda que o terminal opera normalmente desde a manhã. Dos mais de 40 pavilhões existentes no local, apenas o setor que comercializa melancias, abacaxi e coco verde foram interditados para limpeza e liberados no começo da tarde.

Na zona leste da cidade, a área mais atingida foi o Jardim Helena, onde 80 famílias foram afetadas e estão sendo assistidas pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e pela Defesa Civil.

A cidade de São Paulo já recebeu, desde o dia 1º de março, 89% da média pluviométrica prevista para o mês todo, que é de 175,8 milímetros (mm) de água. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, o acumulado de março está em 156 mm.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212