Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sagrima lança o Plano Pesqueiro e Aquícola do Maranhão - Jornal Brasil em Folhas
Sagrima lança o Plano Pesqueiro e Aquícola do Maranhão


O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), lançou o primeiro Plano Pesqueiro e Aquícola do Estado em solenidade realizada nesta terça-feira (27), em São luís, durante o I Workshop de Desenvolvimento da Pesca e Aquicultura.

Presentes, representantes de instituições de ensino superior, entre as quais a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Instituto Federal do Maranhão (IFMA), e das empresas Mateus Supermercados, LDA e a Bomar que, em breve, se instalará no estado.

“Eu acho muito interessante e válida essa experiência do workshop de compartilhar as demandas e ideias de como evoluir. O Maranhão ainda é carente nessa área e estamos aqui para trazer investimentos e campo de trabalho para os profissionais que estão sendo formados aqui”, disse Marcos Araújo, da Bomar, elogiando a iniciativa de envolver diferentes segmentos na cadeia produtiva de aquicultura.

Depois de um ano de discussões com produtores, pescadores, redes de comercialização, instituições de governo, financeiras, de ensino e pesquisa, o plano foi apresentado pelo secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, com ações em andamento e as previstas para os próximos anos.

“Assim como fizemos com o Plano Agrícola e Pecuário, que vem norteando todas as ações realizadas ao longo da gestão no setor agropecuário, como os programas Mais Produção e os Agropolos, pretendemos fazer com o Plano Pesqueiro e Aquícola, com ações planejadas, regionalizadas e em parceria com as esferas municipais, estaduais e federal, além das entidades do setor”, explicou Márcio Honaiser.

O plano tem o objetivo de promover a cadeia produtiva da aquicultura em pequena, média e grande escala, aproveitando os recursos hídricos e o apoio à pesca extrativa, elevando assim a oferta de alimentos e oportunidades de negócios, gerando emprego, renda e desenvolvimento.

Entre as medidas anunciadas, a implantação de polos regionais de desenvolvimento do setor e a institucionalização da Câmara Setorial de Pesca e Aquicultura, além de revisão tributária, discutida com a Secretaria de Fazenda.

Clenilde Oliveira, engenheira de pesca, saiu do evento confiante. “A expectativa para o Maranhão agora é bem alta, vendo grandes empresas chegando, desenvolvimento do setor e oportunidades de emprego e crescimento profissional”.

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212