Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rio paga hoje segunda parcela de dívida a servidores da área de segurança - Jornal Brasil em Folhas
Rio paga hoje segunda parcela de dívida a servidores da área de segurança


O governo do Rio de Janeiro paga nesta quinta-feira (29) R$ 20 milhões em atraso a servidores da área de segurança. Ao todo, serão beneficiados 17.343 policiais civis, policiais militares e servidores do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Esta é a segunda de quatro parcelas do total da dívida da administração estadual com os servidores da área, referentes ao Sistema Integrado de Metas (SIM). As parcelas estão sendo depositadas ao fim de cada mês, conforme anunciou o governador Luiz Fernando Pezão no início de fevereiro deste ano.

A primeira parcela, de R$ 20 milhões, foi paga no dia 28 de fevereiro. No mesmo mês, foram depositados R$ 22 milhões referentes a horas extras do Regime Adicional de Serviço (RAS) e ao Programa Estadual de Integração de Segurança (Proeis), pendentes a policiais militares e civis e agentes penitenciários.

Os pagamentos serão feitos ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário, efetuados com recursos do Tesouro estadual.

Aumento

Segundo o governo, em fevereiro foram pagos os vencimentos de janeiro – com até 9,28% de aumento – dos 145.686 servidores ativos, inativos e pensionistas da segurança, incluindo policiais militares e civis, bombeiros e inspetores penitenciários.

Os aumentos foram aprovados pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) em 2014 e estão sendo feitos até o décimo dia útil de cada mês, em cinco parcelas, sendo a última prevista para o próximo ano. O impacto na folha de pagamento de 2018 será de R$ 1 bilhão. No acumulado de 2015 a 2018, os reajustes para os servidores da área de segurança chegam a 51,41%.

“Os reajustes de 2018 e do próximo ano foram mantidos e estão previstos no Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio”, informou o governo.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212