Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 França e Suécia foram líderes europeus de natalidade em 2016 - Jornal Brasil em Folhas
França e Suécia foram líderes europeus de natalidade em 2016


França e Suécia foram os países europeus com a taxa de natalidade mais alta em 2016, segundo dados do Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat).

França e Suécia foram os países europeus com as taxas de natalidade mais altas em 2016, segundo os dados publicados nesta quarta-feira pelo Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat).

França lidera a lista com 1,92 filho por mulher em 2016, em comparação com 1,96 de 2015 e 2,01 de 2014. É seguida pela Suécia (1,85), Irlanda (1,81) e Dinamarca e Reino Unido (1,79 ambos), segundo o Eurostat.

Na Alemanha, o escritório de estatísticas Destatis anunciou nesta quarta-feira um aumento da natalidade em 2016 de 7% que elevou a média para 1,59 bebê por mulher, um recorde desde 1973, sobretudo graças às mulheres migrantes.

As mães alemãs trouxeram ao mundo 607.500 crianças, 3% mais que em 2015 (...). As mães de nacionalidades estrangeiras deram à luz 184.660 bebês, o que representa um aumento de 25% em relação a 2015, detalhou o Destatis.

Em 2015, a Alemanha recebeu cerca de 900.000 solicitantes de asilo, em sua maioria sírios, iraquianos e afegãos. Um ano antes, tinha recebido 200.000 migrantes.

Na União Europeia, a taxa de natalidade média em 2016 foi de 1,6 filho por mulher.

Este número continua sendo inferior ao nível de renovação da população dos países desenvolvidos (2,1), ou seja o número médio de nascimentos por mulher necessários para manter o tamanho da população na ausência de migração.

As taxas de natalidade mais baixas foram registradas na Espanha e Itália (1,34 ambos), seguidos de Portugal (1,36), Chipre e Malta (1,37 ambos) e Grécia (1,38).

Polônia também está entre os países europeus com uma taxa de fertilidade baixa (1,39).

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212