Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Funcionários da Hydro Paragominas terão férias coletivas nesta 2ªfeira - Jornal Brasil em Folhas
Funcionários da Hydro Paragominas terão férias coletivas nesta 2ªfeira


Quatrocentos funcionários da mina de bauxita da Hydro, em Paragominas, no Pará, entram em férias coletivas de 15 dias a partir desta segunda-feira (2). A medida foi tomada em virtude do corte de 50% da produção da refinaria Alunorte, da Hydro, que recebe a bauxita de Paragominas e a transforma em alumina calcinada.

Por causa da redução da produção na Alunorte, os funcionários da refinaria também terão férias coletivas, mas de dez dias. A estimativa é que até 600 empregados da Alunorte sejam afetados pela medida.

Mas, diferentemente de Paragominas, na Alunorte os funcionários serão divididos em grupos para que saiam em férias coletivas. O primeiro grupo, de 40 empregados, saiu de férias neste sábado (31).

Segundo a Hydro, a medida foi tomada para evitar corte de pessoal, uma vez que a refinaria foi obrigada pelas autoridades a cortar sua produção pela metade.

O corte de 50% da produção da Alunorte foi determinado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará depois que, durante fortes chuvas, entre os dias 16 e 17 de fevereiro, a cidade Barcarena foi invadida por águas de coloração avermelhada.

Vazamento de depósitos de bauxita causa multa

O governo do Pará e o Ministério Público Federal começaram a investigar se houve algum vazamento dos depósitos de bauxita da refinaria e multaram a empresa.

Apesar de justificar que a coloração avermelhada da água era resultado da cor do solo da região e negar que tivesse havido vazamento do depósito de bauxita, a Hydro reconheceu que a Alunorte drenou as águas da chuva através do Canal Velho e que essa água estava contaminada por soda cáustica diluída na área de processamento.

Além disso, segundo a Hydro, depois das chuvas, foi constatado que havia rachaduras no duto que levava os efluentes do depósito de resíduos de bauxita para a estação de tratamento de água da refinaria. Mas, segundo informações preliminares da empresa, esses resíduos foram contidos numa bacia apropriada, dentro da própria empresa.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212