Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tesla diz que piloto automático estava ativo durante acidente fatal nos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Tesla diz que piloto automático estava ativo durante acidente fatal nos EUA


O fabricante de automóveis elétricos Tesla confirmou que o piloto automático estava ativado ao se produzir um choque fatal na semana passada, o que pode exacerbar as preocupações sobre a segurança dos veículos autônomos.

A Tesla informou em uma publicação em um blog na última sexta-feira que, antes do acidente, o condutor havia ativado o piloto automático, mas ignorou várias advertências.

Nos momentos prévios à colisão (...) o piloto automático foi conectado, disse a Tesla, acrescentando que o motorista havia recebido antes, dentro da unidade, várias advertências visuais e sonoras de utilizar as mãos, e suas mãos não foram detectadas no volante durante os seis segundos anteriores à colisão.

Um veículo Tesla Modelo X colidiu contra uma barreira perto da cidade de Mountain View, na Califórnia, em 23 de março, pegando fogo antes de ser atingido por outros dois automóveis.

O motorista, identificado por The Mercury News como Wei Huang, um homem de 38 anos, morreu mais tarde no hospital.

Segundo a fabricante, o motorista teve aproximadamente cinco segundos e 150 metros de alcance de visão antes de bater no obstáculo de concreto, mas os registros do veículo mostram que ele não reagiu.

A Tesla acrescentou que a razão pela qual o automóvel autônomo sofreu um dano tão grande foi o fato de a barreira da pista ter sido danificada em um acidente anterior sem ser substituída.

Nunca vimos este nível de dano em um Modelo X em nenhuma outra batida, garantiu.

A companhia - fundada há 15 anos pelo empresário sul-africano Elon Musk - também tentou minimizar os temores sobre sua nova tecnologia, alegando que um ano atrás o próprio governo dos Estados Unidos a observava como uma forma viável de reduzir o número de colisões para 40%.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212