Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeira etapa de plano de manejo é concluída - Jornal Brasil em Folhas
Primeira etapa de plano de manejo é concluída


A Coordenadoria de Unidades de Conservação (Cuco) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) se reuniu nesta semana com a empresa IGPlan para acompanhar o desenvolvimento do plano de manejo do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco (PESRF). Concluída a primeira etapa do projeto, que incluiu a elaboração do plano de trabalho e cronograma, a equipe multidisciplinar irá agora fazer o levantamento de dados secundários.

O cronograma também inclui a realização de oficina participativa com a população e lideranças locais. “É nesta etapa que vamos ouvir os anseios da população e a relação dos moradores do município com a Unidade de Conservação”, explica o diretor técnico da IGPlan, Franco Amato, pontuando que a previsão é que esta primeira oficina seja realizada em maio.

Também serão realizadas campanhas de campos por uma equipe de oito especialistas para elaboração do documento técnico, que estabelecerá o zoneamento da unidade de conservação, equipamentos que poderão ser instalados, entre outros aspectos. Esse diagnóstico amplo e tecnicamente embasado será novamente apresentado à população local no segundo semestre de 2018. Após esta etapa serão a equipe irá consolidar o plano, apresentando um planejamento para consolidação do PESRF.

A construção do plano de manejo atende uma das cláusulas previstas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre Sema e Ministério Público Estadual em abril de 2017. Para elaborar o plano de manejo do PERSF, a secretaria firmou um contrato de compensação ambiental com a Mineradora Apoena S.A. Os representantes da empresa também participaram das discussões para acompanhar a execução dos trabalhos.

Turismo

O Parque Estadual Serra de Ricardo Franco é uma das unidades de conservação estadual com maior potencial turístico de Mato Grosso. São 158,6 mil hectares de extensão contendo em seu interior centenas de cachoeiras, piscinas cristalinas, vales e uma vegetação que reúne floresta Amazônica, o Cerrado e Pantanal, com espécies únicas de fauna e flora, algumas ainda desconhecidas da ciência. O parque também abriga a cachoeira do Jatobá, a maior do Estado e quarta maior do país, com 248 metros de queda. A unidade de conservação faz fronteira com o Parque Nacional de Noel Kempff, em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia).

O parque foi criado em 1997 por meio do Decreto no. 1.796 como unidade de conservação da categoria proteção integral. De acordo com Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), criado pela lei 9.985, de 18 de julho de 2000, essas áreas são destinadas à proteção da natureza e por isso é permitido apenas o uso indireto dos recursos naturais; ou seja, aquele que não envolvem consumo, coleta ou danos aos recursos naturais. Entre os usos indiretos dos recursos naturais podemos ter a recreação em contato com a natureza, turismo ecológico, pesquisa científica, educação e interpretação ambiental, entre outras.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212