Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Nível de atividade da indústria paulista avança 0,8% em fevereiro, diz Fiesp - Jornal Brasil em Folhas
Nível de atividade da indústria paulista avança 0,8% em fevereiro, diz Fiesp


O nível de atividade da indústria da transformação paulista avançou 0,8% em fevereiro, na comparação com o mês anterior, já com o ajuste sazonal. O dado, divulgado hoje (2), faz parte do Indicador de Nível de Atividade (INA) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Também variou positivamente a série sem ajuste sazonal, com alta de 1,3% em fevereiro. No acumulado do ano, a variação chega a 6,5%.

O resultado foi impulsionado pela variável de vendas reais, com alta de 1,4%, considerando o ajuste sazonal. Em seguida, está o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci), que teve variação positiva de 0,7 ponto percentual (p.p.), e a variável de horas trabalhadas na produção (0,6%). Na comparação anual sem tratamento sazonal, o destaque positivo é a variável de vendas reais, com alta de 26,1%. Teve retração, por outro lado, o componente de salário real médio (0,8%).

Em relação aos setores pesquisados, a Fiesp destaca o de artigos de borracha e plástico, que teve queda de 1% em fevereiro, já com ajuste sazonal. A variação negativa foi influenciada pelo recuo das horas trabalhadas na produção (-1,3%), o total de vendas reais (-1,1%) e o Nuci (-0,5 p.p.). O setor de produtos farmacêuticos, por sua vez, subiu 1,5% no mês. O maior avanço ocorreu na variável de horas trabalhadas (4,7%). O total de vendas reais e o Nuci, por sua vez, recuaram -5,3% e 1,2 p.p., respectivamente.

Expectativa

A Fiesp divulgou também a pesquisa Sensor de março que analisa a expectativa do setor em relação à atividade industrial para o mês. O indicador ficou relativamente estável ao subir 0,2 ponto, passando de 52 em fevereiro para 52,2 em março. Os resultados acima de 50 pontos indicam expectativa de aumento da atividade.

Dos quatro componentes que compõem o Sensor, dois tiveram variações positivas. A variável de vendas subiu 1,5 ponto, alcançando a marca de 52,7 pontos em março. Houve avanço também no indicador emprego, que passou de 51,7 pontos para 52,1 pontos. Os resultados acima de 50 pontos indicam expectativa de contratações.

Houve recuo de 3,3 pontos no indicador de estoques, que em fevereiro marcava 50,7 pontos e agora está em 47,4. Isso indica que os estoques estão acima do nível desejado. O componente que avalia as condições de mercado passou de 56,5 pontos em fevereiro para 55,9 em março. Esta variável, no entanto, por estar acima de 50 pontos, indica sensação de melhora nas condições de mercado.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212