Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Dólar já cai 10% em março, vai a R$ 3,58 e renova menor valor em 6 meses - Jornal Brasil em Folhas
Dólar já cai 10% em março, vai a R$ 3,58 e renova menor valor em 6 meses


SÃO PAULO - Seguindo o que foi visto nos últimos pregões, o dólar comercial caiu cerca de 1% nesta sexta-feira (11) e renovou novamente seu menor patamar em 6 meses seguindo o noticiário político que traz ânimo para os investidores, além das recentes atuações do Banco Central e do Tesouro Nacional, favorecendo que a moeda chegasse a perder os R$ 3,60 durante esta sessão.

O dólar comercial tem perdas de 1,50%, cotado a R$ 3,5855 na compra e R$ 3,5868 na venda, acumulando queda de 4,62% nesta semana e chegando a 10,41% de desvalorização em março. Com isso, a divisa renovou seu menor valor desde 28 de agosto, quando fechou a R$ 3,5853 na venda. Além da expectativa dos protestos que serão realizados neste domingo - e que podem enfraquecer ainda mais o governo Dilma -, o mercado reage também ao pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula feito na véspera.

O ex-presidente foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo por suposta ocultação de patrimônio decorrente de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Petistas classificam a ação dos promotores como tresloucada. E mesmo a oposição decidiu não referendar o pedido de prisão. Os promotores de Justiça de São Paulo pediram autorização à Justiça para “fixar a data para a respectiva execução e cumprimento dos mandados” - caso seja decretada a prisão preventiva de Lula e de outros seis investigados. O pedido de prisão está nas mãos da juíza Maria Priscilla Ernandes, da 4ª Vara Criminal da capital. Não há prazo para decisão da magistrada.

Além disso, um dos temores dos investidores nos últimos dias pode estar próximo do fim, no que pode favorecer ainda mais quedas daqui para frente. Alguns operadores disseram esta semana que o Banco Central poderia aproveitar a queda recente do dólar para reduzir o estoque de swaps cambiais, contratos equivalentes a venda futura de dólares, o que limitou as perdas da moeda.

Citando uma importante fonte da equipe econômica, a Reuters disse nesta sexta que o BC não está considerando reduzir os estoques de swaps cambiais. Não estamos pensando (em reduzir os estoques) neste momento, afirmou a fonte, que falou sob condição de anonimato. Os swaps cambiais são um instrumento para prover estabilidade financeira de modo geral, acrescentou. Estamos rolando as posições... Ouvimos o mercado, afirmou a fonte.

Além do noticiário político, ajudou o dólar nesta semana a atuação do BC, que viu uma escassez de moeda pressionando o mercado e decidiu realizar um leilão de linha na última quarta-feira no valor de até US$ 2 bilhões, o que destravou a cotação ao dar mais liquidez no mercado cambial. Segundo operadores, o bom humor no exterior e o cenário político doméstico estão favorecendo para mais quedas no curto prazo.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212