Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Programa Pró-família já chegou a 122 municípios de Mato Grosso - Jornal Brasil em Folhas
Programa Pró-família já chegou a 122 municípios de Mato Grosso


O programa Pró-família, do Governo do Estado de Mato Grosso, executado pela Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), já está beneficiando 14.437 mil famílias em situação de vulnerabilidade social em Mato Grosso. Lançado em junho de 2017, o programa se tornou um dos principais pilares do Governo Pedro Taques, alcançando 122 municípios até o momento.

O investimento do programa ultrapassa a marca de R$ 1,7 milhão mensais, montante que gira diretamente na economia local. Além das mais de 14 mil famílias beneficiadas, a rede de proteção do programa conta com 2.415 mil profissionais da rede de proteção, agentes comunitários de saúde e assistentes sociais.

O governador Pedro Taques defende que a transferência de renda não se constitui como objetivo principal do Programa Pró-Família. “O objetivo principal é a inclusão social das pessoas pobres e vulneráveis, que por muitas vezes sequer estão cadastradas no Cadastro Único dos Programas Sociais, portanto, estão alijadas da participação dos outros programas que são vinculados a esse cadastro. Estamos olhando para as pessoas invisíveis da nossa sociedade”, destaca.

Atualmente, os 122 municípios beneficiados pelo programa representam 87% do total das cidades de Mato Grosso. A última cidade a receber o programa Pró-família foi Sinop, onde 330 famílias foram beneficiadas. Em breve, os 141 municípios do Estado estarão contemplados, finalizando a meta de entrega de 25 mil cartões entregues até o final de 2018.

“As histórias familiares são acompanhadas em seu cotidiano. Este relato migra pela rede, por meio de agentes e assistentes, até retroalimentar o sistema. Ou seja, a renda é transferida, mas a família é acompanhada e seu histórico é registrado e mensurado, gerando um ciclo virtuoso”, explica a titular da Setas, Monica Camolezi.

O Pró-Família baseia-se em um modelo de gestão compartilhada, no qual se propõem a enfrentar aspectos multidimensionais da pobreza, garantindo, respectivamente, o acesso à renda, aos serviços sociais básicos e a ações de desenvolvimento das capacidades das famílias, para superação da condição de vulnerabilidade, através da articulação da Rede de Proteção, Vigilância, e de Direitos (RPVD) local, conforme preceitos do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Buscando trazer melhores condições para as famílias, o programa tem se destacado ao apresentar o empoderamento da mulher chefe de família e avançando na luta pela igualdade de gêneros. Do total de famílias em estado de vulnerabilidade que estão sendo beneficiadas pelo Pró-família, 91% dessas são chefiadas por mulheres.

Pró-Família

O programa do Governo do Estado promove a melhoria das condições de vida das famílias com maior grau de vulnerabilidade social por meio da oferta de um conjunto de ações intersetoriais planejadas, levando em conta a necessidade de cada família e as especificidades do território onde ela reside.

O Pró-Família realiza a transferência de renda mensal no valor de 100 reais às famílias beneficiadas para a compra exclusiva de alimentação. Em articulação com outras secretarias estaduais, poder público municipal e parceiros, o programa trabalha com o desenvolvimento social de família para superação da vulnerabilidades e redução das desigualdades.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212