Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Anfavea aponta que exportações ajudaram a expandir produção das montadoras - Jornal Brasil em Folhas
Anfavea aponta que exportações ajudaram a expandir produção das montadoras


A Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) informou hoje que, no primeiro trimestre deste ano, foram vendidos para fora do país 180,2 mil veículos, 3,3% mais do que o registrado de janeiro a março de 2017. Ao longo de todo o ano passado, a comercialização para o mercado externo chegou às 766 mil unidades, um crescimento de 48,2% em comparação com 2016.

O aumento na produção de veículos no primeiro trimestre do ano também foi impulsionado pelo incremento de 3,3% nas exportações, segundo a Anfavea.

O presidente da Anfavea, Antonio Megale, disse que o crescimento consistente das exportações nos últimos meses teve um papel importante na expansão da produção das montadoras. “Parece que isso entrou de vez nas empresas”, enfatizou sobre como as empresas têm focado nas vendas para outros países.

Em março, foram vendidos 67,5 mil veículos para o exterior. O número, no entanto, é 2,6% menor que o registrado no mesmo mês de 2017, quando foram comercializadas 69,3 mil unidades. Em valores, no primeiro trimestre do ano, as exportações de veículos totalizaram US$ 4 bilhões, 22,3% mais do que em igual período do ano passado.

Produção

A produção de veículos cresceu 14,6% nos primeiros três meses do ano em comparação com o período de janeiro a março de 2017. Segundo balanço divulgado hoje (5) pela Anfavea, foram fabricadas 699,6 mil unidades no primeiro trimestre de 2018, enquanto a produção no mesmo período do ano passado ficou em 610,7 mil veículos, indicando crescimento de 14,6% no período.

Para 2018, a associação estima um crescimento de até 13% na produção, impulsionado também pela expansão no mercado interno.

Para Megale, a oferta de crédito deve melhorar nos próximos meses com a queda na taxa básica de juros e a redução do depósito compulsório. “Está injetando um pouco mais de liquidez na economia. Naturalmente, isso com a taxa de juros mais baixa vai permear o setor, vai oferecer mais financiamentos. Quando você põe dinheiro no mercado, o setor cresce”, analisou.

No final de março, o Banco Central reduziu de 40% para 25% a parcela do compulsório dos depósitos à vista que as instituições financeiras são obrigadas a recolher à autoridade monetária. A parcela dos depósitos na poupança rural que deve ser repassada ao BC caiu de 21% para 20%. Para a poupança comum e as demais modalidades de depósito, a alíquota passou de 24,5% para 20%.

Veículos por segmento

As vendas de veículos registraram, no primeiro trimestre, alta de 15,6% em comparação com o período de janeiro a março de 2017. Foram comercializadas 545,5 mil unidades. Os caminhões tiveram elevação de 53,5% nas vendas do primeiro trimestre. Foram emplacadas, de janeiro a março, 14,2 mi unidades.

A venda de automóveis e veículos comerciais leves registrou alta de 13,7% no primeiro trimestre do ano, em comparação com a comercialização verificada de janeiro a março de 2017. De acordo com o balanço, foram vendidas 464,7 mil unidades no período. O setor teve ainda alta de 7,7%, na comparação entre o último março e o mesmo mês do ano passado, com 156,2 mil automóveis vendidos.

O nível de emprego na indústria teve alta de 3,4% em março no comparado com o mesmo mês de 2017. No ano passado, as fabricantes de veículos empregavam 126,9 mil pessoas, enquanto agora tem um quadro total de 131,2 mil funcionários.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212