Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Indústria de armas não letais doa equipamentos para a segurança pública do Rio - Jornal Brasil em Folhas
Indústria de armas não letais doa equipamentos para a segurança pública do Rio


A área de segurança pública do Rio recebeu hoje (6) a doação de cerca de R$ 2,4 milhões em armamentos e munições não letais. O material foi entregue ao interventor federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro, general Walter Braga Netto, pelo presidente da empresa Condor e do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (Simde), Carlos Erane Aguiar.

A cerimônia ocorreu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, região central do Rio. O Gabinete de Intervenção Federal (GIF) vai repassar o material à Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro (Seseg).

Segundo o GIF, entre os 16,5 mil equipamentos não letais doados pela empresa estão dez kits de pistolas elétricas incapacitantes; 3 mil sprays de agente lacrimogêneo; 3 mil projéteis de gás lacrimogêneo; 500 granadas manuais de gás lacrimogêneo com chip de rastreabilidade; 10 lançadores de munição não letal e 10 mil munições de impacto controlado. A Condor é uma empresa sediada na região metropolitana do Rio de Janeiro, com mais de 30 anos de funcionamento.

O general Braga Netto agradeceu a doação e destacou o comprometimento da indústria de defesa nacional com o sucesso da intervenção federal. “Estamos atuando para a melhora do ethos militar da Polícia Militar e elevar a capacidade investigativa da Polícia Civil, cada um dentro da sua esfera de atribuição, mas trabalhando com sinergia. Essa doação vem em excelente hora e mostra que o país inteiro está voltado para que a sensação de segurança no Rio de Janeiro volte a melhorar”, disse.

Segundo nota no Twitter da Secretaria de Segurança Pública, o chefe da Polícia Civil, delegado Rivaldo Barbosa, disse que a doação tem uma representatividade muito grande por dois motivos. A primeira em razão da crise econômica. A segunda pela importância dos equipamentos, pois demonstram “a nossa atuação no uso progressivo da força”.

Participaram também da cerimônia o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Luís Cláudio Laviano; o chefe de Polícia Civil, Rivaldo Barbosa; o assessor de Relações Institucionais do GIF, general Sérgio Pereira, e o conselheiro estratégico da Condor e presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde), Frederico Aguiar.

Edição: Davi Oliveira

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212