Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Magnata russo Lesin morreu devido a pancadas na cabeça - Jornal Brasil em Folhas
Magnata russo Lesin morreu devido a pancadas na cabeça


O magnata russo dos meios de comunicação e ex-ministro Mikhail Lesin, encontrado morto em um hotel de Washington em novembro, morreu devido a pancadas na cabeça, informou nesta quinta-feira a imprensa americana.

Lesin também sofreu lesões no pescoço, tórax e extremidades, indicou o jornal The Washington Post, que cita o escritório forense da capital.

O magnata, que havia participado do lançamento da televisão em inglês RT, foi encontrado morto em um quarto de hotel aos 57 anos.

As perícias forenses contradizem os informes dos meios de comunicação estatais russos, que afirmaram que Lesin, que foi ministro de meios de comunicação entre 1999 e 2004, morreu vítima de um ataque cardíaco.

O porta-voz da polícia, Dustin Sternbeck, disse que o caso segue sob investigação, cita o Post.

Lesin, que havia sido acusado pela oposição russa de limitar a liberdade de expressão, também foi assessor do presidente russo Vladimir Putin e diretor-geral do holding de meios de comunicação da Gazprom, cargo ao qual renunciou em 2014 alegando motivos familiares.

O senador republicano Roger Wicker havia exigido em julho de 2014 uma investigação federal contra Lesin por suposta lavagem de dinheiro e corrupção.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212