Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Imprensa nos EUA destaca decisão do STF sobre habeas corpus de Lula - Jornal Brasil em Folhas
Imprensa nos EUA destaca decisão do STF sobre habeas corpus de Lula


Os principais jornais e emissoras de televisão dos Estados Unidos destacaram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou o pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula. O New York Times trouxe a manchete Lula, ex-presidente do Brasil, pode ser preso, define Tribunal. A reportagem disse que coube ao Supremo responder uma pergunta crucial, em que ponto no processo de apelação o réu pode ser preso?.

Já o Washington Post destacou: Supremo do Brasil decide que Lula deve ser condenado à prisão antes de continuar apelando. A reportagem retratou a pressão contra e a favor o habeas corpus de Lula, nas dez horas de julgamento, e destacou o voto de Carmem Lucia: A falta de culpabilidade penal tornaria impossível para o Estado responsabilizar as pessoas, e isso pode levar à impunidade.

O The Wall Street Journal traz a seguinte manchete: Suprema Corte do Brasil rejeita pedido do ex-presidente Lula para evitar a prisão. O jornal contextualiza e diz que o caso dividiu o país e colocou a prova, três décadas de democracia.

O jornal impresso e portal de notícias USA Today publicou: Ex-presidente Lula pode ser preso por condenação por corrupção. O USA Today afirmou que a decisão apertada do STF representa um duro golpe ao candidato à presidência do maior colégio eleitoral da América Latina.

A NBC News, uma das principais emissoras de TV aberta do país, também repercutiu a divisão da sociedade brasileira sobre o caso e disse: O principal tribunal do Brasil decide que o ex-presidente Lula pode ser preso por corrupção.

A emissora disse que o país continua profundamente dividido, depois do impeachment de Dilma Rousseff, em meio ao que chamou de recessão paralisante e um grande escândalo de corrupção.

A capa do site da Rede CNN destacou: Ex-presidente Lula da Silva perde luta para adiar prisão. A matéria publicada relembrou a trajetória de Lula como presidente, assim como recordou a operação Lava Jato. A CNN também fez uma retrospectiva do caso perante os tribunais, com as apelações da defesa de Lula.

A Rede Fox News – emissora reconhecidamente republicana, e principal concorrente da CNN – disse: “O maior Tribunal do Brasil decide contra Lula, a favor da prisão” do ex-presidente. A Fox afirmou que o Supremo rejeitou a tentativa de Lula, de ficar fora da cadeia, enquanto apela contra uma condenação de apelação. A emissora também contextualizou a polarização da opinião pública brasileira sobre o julgamento e o caso de Lula.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212