Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Provas do concurso da Secretaria de Educação serão aplicadas no domingo (8/4) - Jornal Brasil em Folhas
Provas do concurso da Secretaria de Educação serão aplicadas no domingo (8/4)


Neste domingo (8/4) dia 8 de abril, os 178.489 candidatos inscritos no concurso da Secretaria de Estado de Educação (SEE) são esperados para a realização das provas objetivas. Serão 294 locais de provas distribuídos em 45 municípios mineiros – cidades-sede de cada Superintendência Regional de Ensino (SRE) e Belo Horizonte, no caso das SRE Metropolitanas A, B e C.

No concurso, regido pelo edital SEE Nº 07/2017, são ofertadas 16.700 vagas, sendo 16 mil para os cargos de Professor de Educação Básica de diversas disciplinas e 700 para Especialistas.

Os candidatos devem ficar atentos a detalhes importantes para a realização das provas objetivas. Para os cargos de Professor, as provas terão início às 8h. Para Especialistas, o horário está previsto para 14h.

Em ambos os turnos, os portões serão abertos com uma hora de antecedência. O exame será composto por 60 questões de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Didático-Pedagógicos e Conhecimentos Específicos. O tempo mínimo de duração é de duas horas e máximo de quatro horas, incluindo o tempo para preenchimento e assinatura da Folha de Respostas.

É importante que o candidato consulte o Cartão de Informação, disponibilizado no site da Fundação Mariana Rezende Costa (Fumarc), para certificar-se sobre o local de prova e se programar para comparecer com, no mínimo, uma hora de antecedência, munido do documento de identidade original e com foto que tenha sido identificado na inscrição, caneta esferográfica de ponta grossa de tinta azul ou preta fabricada em material transparente, borracha e lápis. O Cartão de Informação ou boleto original quitado com comprovante de pagamento também devem estar entre os pertences.

A segunda etapa do Concurso Público será constituída por Avaliação de Títulos, de caráter apenas classificatório e facultativa. Os documentos para Avaliação de Títulos deverão ser entregues no dia de realização das Provas Objetivas, na sala/local onde o candidato fará sua prova, conforme consta no Edital.

Para as vagas de Especialista, os servidores poderão atuar como orientadores educacionais, supervisores ou coordenadores pedagógicos para desempenhar funções fundamentais na organização da escola e no aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem.

Já os cargos de Professor abrangem 12 disciplinas que compõem o currículo básico dos anos finais do Ensino Fundamental e de todo o Ensino Médio. Especificamente para esta carreira, as 16 mil vagas estão distribuídas entre 848 municípios mineiros, dentro do universo dos 852 que contam com escolas estaduais.

Para a realização das provas, serão disponibilizadas 294 instituições de ensino, sendo 264 escolas estaduais.

De acordo com a superintendente de Recursos Humanos da SEE, Silvia Andere, a escolha dos locais respeitou prioridades como recursos de acessibilidade, localização em áreas centrais e facilidade de acesso ao transporte público em função do grande contingente a ser atendido. Silvia afirma que o número de inscritos atendeu às expectativas da comissão organizadora do concurso, da qual ela faz parte.

“Ficamos muito satisfeitos com o grande interesse na participação deste certame, traduzido nos quase 180 mil inscritos, e podemos assegurar que todo o processo está transcorrendo com extremo zelo, transparência e com muita tranquilidade”, relata.

O subsecretário de Gestão de Recursos Humanos da SEE, Antonio David Sousa Junior, reforça a importância de promover mais um certame que garante o aumento do número de servidores efetivos na Educação em Minas Gerais.

“Esse novo concurso, o quinto realizado nesta gestão, reafirma, mais uma vez, o compromisso deste governo de investir no fortalecimento das carreiras da Educação, com a nomeação de servidores efetivos e a consequente redução dos contratos de vínculo precário. Os profissionais nomeados se reposicionam positivamente no mercado de trabalho, dão estabilidade ao nosso sistema de ensino e podem contribuir decisivamente para o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem nas escolas estaduais”, afirma o subsecretário.

Com o compromisso de fomentar o provimento efetivo na Educação, principalmente nas escolas e salas de aula, o Governo de Minas Gerais já realizou, desde 2015, mais de 52 mil nomeações de servidores aprovados em concurso para atuar na rede estadual de ensino.


 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212