Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Batalhão Corpo de Bombeiros irá atender 13 bairros na região do Distrito Industrial - Jornal Brasil em Folhas
Batalhão Corpo de Bombeiros irá atender 13 bairros na região do Distrito Industrial


O Governo de Mato Grosso inaugurou na manhã desta quarta-feira (04.04) dois importantes espaços para a administração pública. O primeiro é o Centro Logístico de Armazenamento e Distribuição do Estado (Celad), e o segundo é a sede do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (BEA), que é a unidade do Corpo de Bombeiros responsável pelo combate a acidentes que coloquem em risco o meio ambiente.

O secretário-chefe da Casa Civil, Júlio Modesto, afirmou que o Governo do Estado vai economizar com a centralização da logística. “Além disso o Batalhão do CBM sempre foi uma necessidade na região das indústrias do distrito”, completou o secretário que chefiava a pasta da gestão até esta semana. Ambas as estruturas funcionam na mesma área, em galpões independentes. O local pertence ao empresário Erivelton Gasques e foi alugado ao Governo de Mato Grosso por R$ 250 mil mensais. A área construída do BEA tem 650 metros quadrados. Além disso, existe o pátio externo de estacionamento para as cinco viaturas de combate a incêndios e os veículos menores.

O Comandante-geral do CBMMT, Coronel BM Alessandro Borges, afirmou que é um momento histórico para a corporação já que o batalhão não tinha sede própria até agora. “O BEA é uma unidade preparada para atuar em incêndios florestais e sua Companhia de Emergência com Produtos Perigosos está instalada na região em que ela é mais necessária, o Distrito Industrial de Cuiabá”, observou o comandante.

O BEA, criado por decreto em 2010, é composto atualmente por 40 militares, viaturas Auto Bomba Tanque Florestal (ABTF) e aviões de combate a incêndio florestal. A estrutura se divide entre as companhias de Combate a Incêndio Florestal, Emergência com Produtos Perigosos e o Grupo de Aviação de Bombeiro Militar. A sede do batalhão vai atender as ocorrências no Distrito Industrial e mais 13 bairros adjacentes, além das ocorrências que põem em risco o meio ambiente.

O empresário Domingos Kennedy Sales afirmou que a classe se sente mais segura com a presença do Corpo de Bombeiros na região. “Até os seguros para as empresas vão ficar mais econômicos já que existe a possibilidade de atendimento mais rápido dos bombeiros”, conclui. Segundo ele, são 260 empresas e mais de dois mil empregos diretos e indireto no distrito.

O governador Pedro Taques lembrou que a obra foi muito cobrada pelos empresários e que “os investimentos no Corpo de Bombeiros Militar nos últimos três foram os maiores já feitos na corporação”. Na inauguração do BEA também foi assinado um convênio entre a Secretaria de Segurança Pública e CBMMT para a cessão de um novo hangar para o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Ainda foi assinada a ordem de serviço para início das obras do projeto definitivo da sede do BEA, que será construída também no Distrito Industrial, mas no entroncamento das BRs 163 e 364, na saída sul de Cuiabá.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212