Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Projeto cria unidades de políticas públicas para atender comunidades com UPPs - Jornal Brasil em Folhas
Projeto cria unidades de políticas públicas para atender comunidades com UPPs


Floriano: “Inicialmente, as UPPs deram conta de manter a segurança, mas ao longo do tempo, enfraqueceram o seu papel, pois não ofereceram atendimento em outras demandas necessárias para a cidadania plena”

As comunidades onde se encontram implantadas as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) poderão receber Unidades de Políticas Públicas, com o objetivo de atender crianças, jovens e adultos em situação de risco social com ações de educação, saúde, trabalho e cidadania, esporte e cultura e meio ambiente.

É o que determina o Projeto de Lei 8953/17, do deputado Francisco Floriano (DEM-RJ), em tramitação na Câmara.

As Unidades de Políticas Públicas fornecerão serviços como aulas de reforço escolar, laboratórios de informática, atendimento médico e regularização civil. Também poderão instalar unidade do Sebrae para incentivar o empreendedorismo, disseminar a prática esportiva e promover a regularização fundiária dos imóveis dos moradores das comunidades. Os responsáveis pela gestão das unidades apresentarão relatórios periódicos sobre os resultados obtidos com as ações sociais.

Segundo o deputado, o projeto visa ampliar o raio de ação do poder público em comunidades carentes e violentas, aliando unidades de policiamento e de serviços públicos, e oferecendo às crianças e aos jovens novas perspectivas de vida.

“O objetivo desse projeto é sensibilizar as autoridades locais para a necessidade emergencial de trabalhar as comunidades onde o tráfico se faz presente e há intenso confronto entre os criminosos e a polícia”, explica Francisco Floriano.

Parcerias
Conforme o PL 8953/17, o poder público poderá celebrar convênios com instituições de ensino superior e de ensino técnico para contratação de estagiários e realização de oficinas práticas.

As Unidades de Políticas Públicas utilizarão, preferencialmente, mão de obra da comunidade para os serviços gerais de limpeza e manutenção das instalações, cuidados com o plantio, colheita e distribuição de alimentos produzidos nas hortas comunitárias.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; Seguridade Social e Família; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Natalia Doederlein



 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212