Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Deputados e dirigentes cobram regulamentação de lei que prevê incentivos para Santas Casas - Jornal Brasil em Folhas
Deputados e dirigentes cobram regulamentação de lei que prevê incentivos para Santas Casas


O presidente da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, Edson Rogatti, cobrou do governo a regulamentação da Lei 13.479/17, que foi sancionada no ano passado e cria linhas de crédito com juros diferenciados para essas instituições sem fins lucrativos.

“As Santas Casas não aguentam mais não receber esse financiamento”, afirmou Rogatti, nesta quarta-feira (4), em reunião promovida pela Frente Parlamentar de Apoio a Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas.
Ele destacou que as Santas Casas realizam quase a metade de todos os atendimentos públicos no Brasil, sendo muitas vezes o único hospital em uma localidade, mas, mesmo assim, não recebem uma remuneração adequada por parte do Sistema Único de Saúde (SUS).

Alternativa
Coordenador da frente parlamentar, o deputado Antonio Brito (PSD-BA) ressaltou a necessidade de regulamentar a lei para que as verbas possam ser previstas na Lei Orçamentária de 2019. Enquanto isso não acontece, lembrou ele, o Executivo pode liberar recursos por meio do Incentivo de Adesão à Contratualização (IAC), modalidade de financiamento criada por portaria do Ministério da Saúde em 2013.

“Não é só o financiamento que salva as Santas Casas porque tomar dinheiro em banco não resolve o problema, nós sabemos disso. O que sana o problema é dinheiro novo, que possa evitar o fechamento dessas instituições”, disse o deputado.

Juros menores
A Lei 13.479/17 estabelece linhas de crédito para reestruturação patrimonial das Santas Casas com juros de 0,5% ao ano. O texto prevê ainda crédito para capital de giro com juros correspondentes à Taxa de Juros de Longo Prazo, prazo de carência de no mínimo seis meses e amortização de cinco anos. Após a assinatura dos contratos de concessão de crédito, as Santas Casas devem apresentar plano de gestão a ser implementado no prazo de dois anos.

Os financiamentos serão concedidos pelos bancos oficiais ou pelo BNDES.

Reportagem – Karla Alessandra
Edição – Marcelo Oliveira



 

Últimas Notícias

Valor corrigido da cota do PIS/Pasep já pode ser conferido
Preço da cesta básica paulistana tem alta de 2,95% em junho
Banco Central divulga ranking de queixas a bancos no segundo trimestre
Embraer anuncia venda de 25 jatos para United Airlines
Presidente da AEB reclama protagonisno do comércio exterior
Exportação de suco de laranja registra alta de 29%, puxada pelos EUA
Médias empresas terão de ingressar no eSocial a partir de hoje
FMI reduz para 1,8% previsão de crescimento para o Brasil em 2018

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212