Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Brasil diz na ONU que migrações representam riqueza e diversidade - Jornal Brasil em Folhas
Brasil diz na ONU que migrações representam riqueza e diversidade


O representante brasileiro na 51ª. sessão da Comissão sobre População e Desenvolvimento das Nações Unidas, realizada nesta segunda-feira (9) na sede da ONU em Nova York, defendeu o acolhimento a migrantes como um fator promotor de riqueza e diversidade. A reunião, que analisa as tendências de crescimento populacional e desenvolvimento em todo o mundo, além de integração, deve terminar na sexta-feira. A informação é da ONU News;

Em seu discurso sob o tema Cidades Sustentáveis, Mobilidade Humana e Migração Internacional, o secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Hussein Kalout, destacou que o Brasil “tem uma matriz social composta por uma lógica migratória que abarca diversos imigrantes de todos os lugares do mundo. Essa é a nossa força. É a força da nossa nação. É característica do Brasil a integração e a coesão, e o respeito às diferenças e aos direitos humanos”
Brasília - Roseann Kennedy entrevista o secretário Especial de Assuntos Estratégicos, Hussein Kalout

O secretário Especial de Assuntos Estratégicos, Hussein Kalout, em entrevista a Roseann Kennedy na TV Brasil TV Brasil/Arquivo

Segundo Kalout, em depoimento à ONU News, “a mensagem do Estado brasileiro nesta conferência, é pela tolerância e pelo respeito às diferenças. Sobretudo no que diz respeito ao problema imigratório. Em muitos países isso é visto como um problema, enquanto nós (Brasil) vimos isso como uma das fortalezas do nosso desenvolvimento socioeconômico”.

Ele destacou que, recentemente, o governo brasileiro apresentou uma das mais modernas legislações sobre migrantes, oferecendo aos mesmos inúmeros direitos que em outros países não são tão flexíveis. Como o acesso à saúde, acesso à educação e a bens. “Na nossa percepção o imigrante não pode ser tratado de uma forma discriminatória. Por essas razões a nossa mensagem é sobretudo num mundo, cada vez mais globalizado, tratar essa temática com mais humanismo em conformidade com as leis internacionais,” falou.

Ecosoc

A Comissão sobre População das Nações Unidas foi estabelecida pelo Conselho Econômico e Social da ONU (Ecosoc) em outubro de 1946. Em 1994, a Assembleia Geral decidiu que o nome deveria mudar para Comissão sobre População e Desenvolvimento.

Edição: Augusto Queiroz

 

Últimas Notícias

Ampliar saque do PIS/Pasep está dentro de projeção, diz Dyogo Oliveira
Conab é autorizada a vender milho e a comprar arroz
FMI deve elevar projeção de PIB ainda este ano, diz BC
Índice de expansão do comércio cresce 1,6% em São Paulo este mês
Países nórdicos promovem debate sobre igualdade de gênero no Brasil
Juiz intima primo de Macri e ex-ministros de Cristina Kirchner
MPRJ quer impedir nomeação de indicados por Pezão para Agetransp
Seca de 1932 levou à criação de campos de concentração no Ceará

MAIS NOTICIAS

 

Felipe Fraga e Marcos Gomes colocam Cimed Racing no top-10
 
 
Time Correios Brasil é convocado para Sul-Americano 14 anos
 
 
Protestos contra reforma da previdência deixam pelo menos dois mortos na Nicarágua
 
 
Confronto entre palestinos e soldados israelenses deixa dois mortos
 
 
Raúl Castro sai, mas o castrismo permanece com Díaz-Canel em Cuba
 
 
MP abrirá inquérito contra Alckmin por suspeita de caixa dois

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212