Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Começa a valer reajuste de energia para consumidor de MT, MS e da CPFL Paulista - Jornal Brasil em Folhas
Começa a valer reajuste de energia para consumidor de MT, MS e da CPFL Paulista


Começa a valer hoje (8) o reajuste nas contas de energia elétrica para consumidores dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O aumento, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última terça-feira (3), vai atingir 2,3 milhões de unidades consumidoras em 314 municípios nos dois estados.

Para os consumidores atendidos pela Energisa Mato Grosso do Sul (EMS), o reajuste médio nas tarifas será de 9,87%. Para os consumidores residenciais das zonas urbana e rural, atendidos pela baixa tensão, o aumento alcançará 10,65%. Já as grandes empresas, que usam a rede de alta-tensão, terão aumento de 7,91%.

O reajuste faz parte da revisão tarifaria da concessionária, que ocorre periodicamente a cada cinco anos, segundo o contrato firmado na década de 1997. A EMS atende a maioria das cidades de Mato Grosso do Sul, atingindo 1 milhão de unidades consumidoras em 73 municípios do estado.

Já em Mato Grosso, o reajuste ocorrerá para os consumidores atendidos pela Energisa Mato Grosso (EMT). A empresa atende a 1,3 milhão de unidades consumidoras em 141 municípios de Mato Grosso. Para esses consumidores, a Aneel autorizou o aumento médio de 11,53% nas contas de luz.

As unidades do estado atendidas pela alta-tensão terão reajuste com efeito médio de 5,94%. Já para as unidades residenciais, o percentual é mais que o dobro. Para esses consumidores, o reajuste médio alcançará 13,98%.

CPFL Paulista

A conta da luz de 4,3 milhões de consumidores, atendidos pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Paulista) também fica mais cara a partir deste domingo. O aumento médio chega a 16,9%. A empresa atende 4,3 milhões de unidades consumidoras em 234 municípios do estado de São Paulo.

A maioria dos consumidores terá reajuste de 20,17%. Esse foi o percentual de aumento definido para a conta de luz dos consumidores de baixa tensão. Além das unidades residenciais, a baixa tensão inclui as unidades consumidoras de baixa renda, imóveis rurais, comerciais, de serviços e outras atividades. Também inclui a tarifa de iluminação pública. Para consumidores conectados em alta tensão, como indústrias, o aumento será de 11,11%.

O reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária, processo feito pela Aneel para manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos das distribuidoras. A revisão é feita periodicamente em intervalos de quatro anos.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Ministro anuncia R$ 20 milhões para geração de emprego e renda na Paraíba
Câmara promove sessão em homenagem ao Dia do Jornalista
Conheça os pontos oficiais de troca de figurinhas do álbum da Copa do Mundo 2018
ABEAR lança “Jornada Asas do Bem” e enfatiza a importância do avião no transporte de órgãos para doação
Vanderlan Cardoso troca o PSB pelo PP
Recém-nascido encontrado em lixo de Aparecida de Goiânia recebe alta
Um milhão de indígenas buscam alternativas para sobreviver
Seesp promove encontro de representantes das sedes do Jimi 2018

MAIS NOTICIAS

 

Miguel Díaz-Canel se prepara para substituir Raúl Castro em Cuba
 
 
Dividido, Conselho de Segurança da ONU buscará convergência em fazenda sueca
 
 
Piloto que pousou avião de emergência virou heroína nos EUA
 
 
TRF4 nega a Lula último recurso em segunda instância
 
 
Polícia faz busca e apreensão na Porsche e na Audi por Dieselgate
 
 
Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212