Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jun de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Começa a valer reajuste de energia para consumidor de MT, MS e da CPFL Paulista - Jornal Brasil em Folhas
Começa a valer reajuste de energia para consumidor de MT, MS e da CPFL Paulista


Começa a valer hoje (8) o reajuste nas contas de energia elétrica para consumidores dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O aumento, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última terça-feira (3), vai atingir 2,3 milhões de unidades consumidoras em 314 municípios nos dois estados.

Para os consumidores atendidos pela Energisa Mato Grosso do Sul (EMS), o reajuste médio nas tarifas será de 9,87%. Para os consumidores residenciais das zonas urbana e rural, atendidos pela baixa tensão, o aumento alcançará 10,65%. Já as grandes empresas, que usam a rede de alta-tensão, terão aumento de 7,91%.

O reajuste faz parte da revisão tarifaria da concessionária, que ocorre periodicamente a cada cinco anos, segundo o contrato firmado na década de 1997. A EMS atende a maioria das cidades de Mato Grosso do Sul, atingindo 1 milhão de unidades consumidoras em 73 municípios do estado.

Já em Mato Grosso, o reajuste ocorrerá para os consumidores atendidos pela Energisa Mato Grosso (EMT). A empresa atende a 1,3 milhão de unidades consumidoras em 141 municípios de Mato Grosso. Para esses consumidores, a Aneel autorizou o aumento médio de 11,53% nas contas de luz.

As unidades do estado atendidas pela alta-tensão terão reajuste com efeito médio de 5,94%. Já para as unidades residenciais, o percentual é mais que o dobro. Para esses consumidores, o reajuste médio alcançará 13,98%.

CPFL Paulista

A conta da luz de 4,3 milhões de consumidores, atendidos pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Paulista) também fica mais cara a partir deste domingo. O aumento médio chega a 16,9%. A empresa atende 4,3 milhões de unidades consumidoras em 234 municípios do estado de São Paulo.

A maioria dos consumidores terá reajuste de 20,17%. Esse foi o percentual de aumento definido para a conta de luz dos consumidores de baixa tensão. Além das unidades residenciais, a baixa tensão inclui as unidades consumidoras de baixa renda, imóveis rurais, comerciais, de serviços e outras atividades. Também inclui a tarifa de iluminação pública. Para consumidores conectados em alta tensão, como indústrias, o aumento será de 11,11%.

O reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária, processo feito pela Aneel para manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos das distribuidoras. A revisão é feita periodicamente em intervalos de quatro anos.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Interventor apresenta plano estratégico para comissão da Câmara
Temer sanciona lei que permite venda direta do óleo do pré-sal
Temer diz que governo vai esperar decisão do STF sobre fretes
PM é indiciado por assassinato de jovem na Grande São Paulo
ONS vai fazer operações especiais para garantir energia na Copa
Mar agitado destrói parte de proteção da estrutura na Praia da Macumba
Anac prevê leilão de mais 13 aeroportos até o fim do ano
TCU vai investigar se cobrança de bagagem barateou passagens aéreas

MAIS NOTICIAS

 

Pelo grupo do Brasil, Sérvia vence Costa Rica
 
 
Justiça Federal aceita 24ª denúncia contra ex-governador Sérgio Cabral
 
 
Copa do Mundo altera rotina de comissões e de visitas no Congresso
 
 
Carioca ainda aguarda estreia do Brasil para entrar no clima da Copa
 
 
Torcida acredita em vitória do Brasil, mas sem muita euforia
 
 
Neymar afirma que não tem medo de sonhar grande

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212