Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Norsk Hydro assegura que sua refinaria não contaminou o rio Pará - Jornal Brasil em Folhas
Norsk Hydro assegura que sua refinaria não contaminou o rio Pará


O grupo de alumínio norueguês Norsk Hydro assegurou nesta segunda-feia que duas investigações, uma independente e outra interna, não encontraram indícios que confirmem que sua refinaria no Brasil tenha contaminado as águas do rio Pará.

As autoridades brasileiras acusam a refinaria Alunorte de ter poluído as águas desse rio situado em Barcarena, município do estado do Pará, com resíduos de bauxita que vazaram do depósito da fábrica depois das fortes chuvas de 16 e 17 de fevereiro.

O grupo norueguês recebeu duas multas de 10 milhões de reais cada uma.

As autoridades também ordenaram a suspensão do uso do depósito e a redução de 50% sua produção na planta.

A Alunorte é a maior fábrica de alumina - um componente essencial do alumínio - do mundo, por isso as medidas impostas pelas autoridades brasileiras preocupam o grupo e tiveram repercussões em suas ações na bolsa.

Apesar de a Norsk Hydro reconhecer em março que verteu água não tratada no rio Pará, assegurou nesta segunda que as duas investigações, uma interna e a outra feita pela consultoria independente SGW Services, não encontraram resíduos de bauxita nos vazamentos.

Os dois informes confirmaram nossas declarações anteriores de que não houve transbordamento das áreas de depósito de resíduos de bauxita, nem qualquer indicação ou prova da contaminação das comunidades locais próximas à Alunorte depois das fortes chuvas de fevereiro, afirmou em um comunicado o CEO Svein Richard Brandtzaeg.

Segundo o instituto científico brasileiro Evandro Chagas, subordinado ao ministério da Saúde, o logo vermelho registrado depois das chuvas pode implicar riscos para pescadores e outras comunidades amazônicas próximas à refinaria, pois usam desta água que possui níveis elevados de alumínio e metais tóxicos.

A Norsk Hydro quer voltar logo à plena produção (6,3 milhões de toneladas por ) em sua fábrica da Alunorte, da qual possui 92,1%.

 

Últimas Notícias

iPhone novo é oferecido nas ruas do Rio
Caiado lança em Anápolis pré-candidatura de Valeriano a deputado federal
Ministro anuncia R$ 20 milhões para geração de emprego e renda na Paraíba
Câmara promove sessão em homenagem ao Dia do Jornalista
Conheça os pontos oficiais de troca de figurinhas do álbum da Copa do Mundo 2018
ABEAR lança “Jornada Asas do Bem” e enfatiza a importância do avião no transporte de órgãos para doação
Vanderlan Cardoso troca o PSB pelo PP
Recém-nascido encontrado em lixo de Aparecida de Goiânia recebe alta

MAIS NOTICIAS

 

Miguel Díaz-Canel se prepara para substituir Raúl Castro em Cuba
 
 
Dividido, Conselho de Segurança da ONU buscará convergência em fazenda sueca
 
 
Piloto que pousou avião de emergência virou heroína nos EUA
 
 
TRF4 nega a Lula último recurso em segunda instância
 
 
Polícia faz busca e apreensão na Porsche e na Audi por Dieselgate
 
 
Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212