Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Leia alguns trechos da terceira exortação apostólica do papa Francisco - Jornal Brasil em Folhas
Leia alguns trechos da terceira exortação apostólica do papa Francisco


A seguir, trechos da terceira exortação apostólica do papa Francisco, Gaudete et Exsultate, um texto dividido em cinco capítulos e que explica aos católicos como ser santos comuns do dia a dia.

Eu gosto de ver a santidade nos pais que educam seus filhos com amor, nos homens e mulheres que trabalham para levar o pão para casa (...) É a santidade da porta ao lado, daqueles que vivem perto de nós. São um reflexo da presença de Deus, ou, para usar outra expressão, a classe média de santidade.

Para ser santos, não é necessário ser bispo, sacerdote, religiosa ou religioso.

Não se trata de se desencorajar quando se contempla modelos de santidade que parecem inatingíveis, há testemunhos úteis para nos estimular e motivar, mas não para copiar.

Seja santo lutando pelo bem comum e renunciando aos seus interesses pessoais.

Nem tudo que um santo diz é totalmente fiel ao Evangelho, nem tudo que ele faz é autêntico ou perfeito.

Quero enfatizar que o gênio feminino também se manifesta em estilos femininos de santidade, indispensáveis ​​para refletir a santidade de Deus neste mundo.

Quero chamar a atenção para duas falsificações de santidade que podem nos levar ao erro: o gnosticismo e pelagianismo. São duas heresias (...) que continuam sendo alarmantes hoje.

A vida cristã é uma luta constante. Força e coragem para resistir às tentações do diabo e anunciar o Evangelho são necessários.

É nocivo e ideológico o erro daqueles que vivem suspeitando do compromisso social dos outros, considerando algo superficial, mundano, secular, imanente, comunista, populista.

A defesa do nascituro inocente, por exemplo, deve ser clara, firme e apaixonada, porque é ali que está em jogo a dignidade da vida humana, sempre sagrada, e exige o amor de cada pessoa além de seu desenvolvimento. Mas igualmente sagrada é a vida dos pobres que já nasceram, que estão lutando na pobreza, no abandono, no adiamento, no tráfico de pessoas, na eutanásia encoberta nos doestes e idosos privados de atenção, as novas formas de escravidão, e em toda forma de exclusão.

Ouvimos muitas vezes que, contra o relativismo e os limites do mundo atual, seria um assunto de menor importância a situação dos migrantes, por exemplo.

Alguns católicos dizem que é uma questão (a dos migrantes) secundária ao lado dos temas sérios da bioética. Que diga algo assim um político preocupado com seus sucessos; mas não um cristão, a quem só cabe a atitude de se colocar na pele desse irmão que arrisca sua vida para dar um futuro para seus filhos.

O consumismo hedonista pode nos pregar uma peça, porque nesta obsessão terminamos muito focados em nós mesmos, em nossos direitos e do desespero de ter tempo livre para desfrutar.

Os jovens estão expostos a um zapping constante. É possível navegar em duas ou três telas simultaneamente e interagir simultaneamente em diferentes cenários virtuais. Sem a sabedoria do discernimento podem facilmente se tornar marionetes à mercê das tendências atuais. kv/acc/mr

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212