Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Uso de armas letais autônomas é discutido hoje em Genebra - Jornal Brasil em Folhas
Uso de armas letais autônomas é discutido hoje em Genebra


As armas letais autônomas (laws, na sigla em inglês) são também conhecidas como robôs assassinos e, se postas em prática, teriam a capacidade de identificar e eliminar alvos sem a necessidade de uma ação humana. O assunto, muito polêmico, está em discussão no escritório das Nações Unidas, em Genebra, e será debatido por especialistas durante toda a semana.

A Convenção sobre Certas Armas Convencionais (Convention on Certain Conventional Weapons - CWW, na sigla em inglês) trata sobre proibições ou restrições ao uso de certas armas convencionais que podem ser consideradas excessivamente lesivas ou ter efeitos indiscriminados.

O objetivo do encontro é proibir ou restringir o uso de tipos específicos de armas que causem sofrimento desnecessário ou injustificável aos combatentes ou que afetem civis indiscriminadamente.

Há diversos movimentos ao redor do mundo que pedem a proibição do desenvolvimento de robôs assassinos. Uma das preocupações é que este tipo de arma possa ser utilizado de forma arbitrária, colocando em risco a vida das pessoas.

Documento produzido pelo Unidir (Instituto das Nações Unidas para Pesquisa de Desarmamento), que é um instituto autônomo dentro das Nações Unidas, afirma que um dos atuais desafios em relação a essas armas é a necessidade de uma discussão contínua e robusta entre os Estados sobre o armamento de tecnologias cada vez mais autônomas.

Por causa do complexo legal, moral, ético e outras questões levantadas pelos sistemas de Inteligência Artificial, os formuladores de políticas deverão ser apoiados por profissionais de diversas áreas, como cientistas, engenheiros, militares, advogados, acadêmicos, membros da sociedade civil e outras vozes. Incluindo diversas perspectivas em discussões sobre armas letais autônomas que podem ajudar a garantir que as forças armadas usem as tecnologias emergentes de maneiras responsáveis, diz trecho do documento.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212