Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Israel assegura que população judia mundial é inferior à de 1939 - Jornal Brasil em Folhas
Israel assegura que população judia mundial é inferior à de 1939


Israel publicou nesta quarta-feira (11) cifras sobre a população judia global, afirmando que há menos judeus no mundo em 2018 do que em 1939, às vésperas da Segunda Guerra Mundial.

Israel dá início nesta quarta-feira à noite ao Dia da Lembrança do Holocausto, termo para designar o extermínio de seis milhões de judeus pelo regime nazista, dos 16,6 milhões que viviam no mundo em 1939.

Segundo esta análise realizada pelo Escritório de Estatísticas, um organismo estatal em cooperação com o Centro de Estudos do Judaísmo Contemporâneo da Universidade hebreia de Jerusalém, no mundo vivem cerca de 14,5 milhões de judeus em 2018.

Israel é o país onde vive a maioria dos judeus, 6,4 milhões de pessoas, diante de menos de 450 mil em 1939, à frente dos Estados Unidos (5,7 milhões) e França, com pouco mais de 450 mil pessoas, de acordo com o estudo.

Há mais de 100 mil judeus em outros seis países, segundo o escritório: Canadá, Grã-Bretanha, Argentina, Rússia, Alemanha e Austrália.

A taxa de crescimento da população judia em Israel desde 1948 e a criação deste Estado se multiplicaram por dez. No resto do mundo, a taxa de crescimento se elevaria 26%, segundo o Escritório de Estatísticas.

Não detalham sob quais critérios de Judaísmo estão baseadas estas cifras. Estes são objeto de polêmica e podem mudar as estimativas do tamanho da população judia.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212