Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tecnologia de dispositivos inteligentes melhora gestão - Jornal Brasil em Folhas
Tecnologia de dispositivos inteligentes melhora gestão


Alunos, professores e servidores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) já podem se beneficiar de mais um recurso tecnológico no transporte pelo campus. Um dispositivo inteligente acaba de ser instalado nos ônibus circulares da universidade. O aparelho captura, em tempo real, os dados de localização do transporte e os envia a um sistema que coleta dados que serão disponibilizados para a comunidade.

Com isso, quem utiliza esse tipo de transporte consegue saber onde ele está naquele exato momento e permite um melhor planejamento para tomar o ônibus em determinado ponto do campus. O novo sistema está em execução desde fevereiro e começou a operar inicialmente em apenas uma linha: circular 1.

São dois ônibus que fazem o trajeto durante o dia e um no circular noturno. Cada circular faz cerca de 40 viagens dentro da Unicamp. Futuramente, o dispositivo será usado no circular 2.

Implantação

O projeto, chamado “Smart Campus”, emprega o conceito de Internet das Coisas (IoT), que, no inglês, é denominado “Internet of Things”. O conceito vem sendo estudado e implantado em áreas como agricultura inteligente, transportes, tráfego e trânsito, serviços públicos e cidades inteligentes.

A intenção é colocar inteligência nos objetos para resolver questões do cotidiano e apoiar em tomadas de decisão e em gestão. A prefeitura da Unicamp também está criando outros subprojetos no Smart Campus. Cada dispositivo é utilizado por um serviço específico que a prefeitura presta.

O usuário observa, em um mapa de localização, onde os ônibus estão circulando no campus. Mas, em breve, esse serviço também estará disponível no aplicativo Unicamp Serviços, já em fase de testes para Android e para IPhone. Depois, será desenvolvida uma plataforma para visualizar também quanto tempo o circular demorará para chegar ao destino de interesse.

O sistema de gestão de transporte foi desenvolvido na área de Informática da prefeitura, segundo o analista de sistemas Rafael Sousa, e consiste de duas partes: uma está disponível à Universidade e permite acesso aos usuários pelo site (ou em breve pelo aplicativo); e outra, de gestão, é empregada pela Diretoria de Serviços de Transporte (Unitransp). Com isso, ela consegue fazer a fiscalização dos serviços através da visualização dos lugares previstos de efetivos de passagem do ônibus em cada ponto.

Gestão

O projeto integra embrionariamente o Planejamento Estratégico (Planes) da prefeitura e vem sendo acompanhado pelo GEPlanes (equipe de projetos de gestão estratégica da Unicamp). Foram realizados estudos na área e foi apresentado um painel no Simpósio de Profissionais da Unicamp (Simtec) no ano de 2016.

“A partir desses estudos, verificamos que era possível fazer um projeto inovador empregando essa rede. Depois, participamos do concurso Smart Campus. Nosso projeto da Iluminação Pública foi um dos ganhadores e depois participamos do evento Inova Campinas, onde o projeto também teve uma ótima aceitação”, informa Rafael Sousa.

Anteriormente ao projeto, havia no site da prefeitura apenas uma tabela com o horário previsto de ônibus em cada ponto. “Por questões de trânsito, às vezes o circular não passava na hora. Agora, sabendo onde e em qual ponto o ônibus está, a pessoa irá embarcar com maior certeza, o que colabora muito com o planejamento de dia e de noite”, relata Simone Pontes, gerente da Informática da prefeitura.

“Temos na Unicamp os pilares de Sustentabilidade e Universidade Digital. Esse projeto veio ao seu encontro. Daqui para frente, a universidade vai cada vez mais se apoiar em ferramentas de TI”, acredita Tânia Denise Almeida, da área de Planejamento da prefeitura.

Guilherme Salustiano, diretor da Unitransp, realça que “os subprojetos ajudarão primeiramente o usuário, que poderá acompanhar em tempo real e ter uma informação precisa sobre os ônibus na utilização do serviço. Também deverá oferecer melhorias e otimizar as atividades, sempre prezando pelo bom atendimento ao usuário e fazendo uso de tecnologia de ponta”, afirma.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212