Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Bangladesh e Acnur firmam acordo sobre retorno voluntário de rohingyas a Mianmar - Jornal Brasil em Folhas
Bangladesh e Acnur firmam acordo sobre retorno voluntário de rohingyas a Mianmar


A Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e o governo de Bangladesh firmaram nesta sexta-feira (13) um Memorando de Entendimento sobre o retorno voluntário de refugiados rohingya para Mianmar. A informação é da ONU News.

O acordo de cooperação foi assinado em Genebra pelo alto comissário da ONU para Refugiados, Filippo Grandi, e pelo secretário de Relações Exteriores de Bangladesh, Shahidul Haque.

Mais de 670 mil rohingyas fugiram de Mianmar desde agosto do ano passado, devido à violência no estado de Rakhine, buscando abrigo junto a outros 200 mil que já estavam vivendo em Bangladesh. Segundo a Acnur, o acordo busca ajudar essa população a voltar para Mianmar, mas apenas quando as condições forem propícias.

Seguro, voluntário e digno

A agência da ONU destaca que o retorno da minoria rohingya precisa ser seguro, voluntário e digno, seguindo padrões internacionais, mas ressalta que as condições em Mianmar ainda não são adequadas para a volta dos mesmos.

Segundo a Acnur, as autoridades de Mianmar são responsáveis por criar essas condições, o que deve ir além da infraestrutura e da logística. Muitos refugiados em Bangladesh declararam que, para voltar, querem “ver progressos concretos em relação ao seu estado legal e cidadania”, além de ter a certeza de que poderão ter seus direitos básicos no estado de Rakhine.

Acesso

A Acnur agradeceu mais uma vez ao governo bangalês pela “hospitalidade, proteção e assistência fornecida a esses refugiados”. A agência continua pedindo a Mianmar para tratar as causas do deslocamento da população rohingya e fornecer acesso de equipes das Nações Unidas ao estado de Rakhine, para que a Acnur possa checar as condições no local.

Edição: Augusto Queiroz

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212